Papa Francisco: Irei ao Egito como peregrino da paz

Segundo o ACI (27/04/2017), faltam poucas horas para que o Papa Francisco comece uma das viagens mais importantes de seu pontificado, ao Egito, e, conscientes do risco de visitar este país de maioria muçulmana após os ataques terroristas a duas igrejas coptas, expressou que irá ao país como “peregrino da paz”.

“Amanhã, irei como peregrino da paz ao Egito da paz”, postou em sua conta de Twitter em português.

Por outro lado, na conta em espanhol, idioma nativo do Santo Padre, pediu: “Por fazer, rezem por minha viagem de amanhã ao Egito como peregrino da paz”.

Francisco ficará dois dias neste país – 28 e 29 de abril – e terá encontros com líderes muçulmanos, além de um importante encontro com sacerdotes, religiosos e consagrados do país para confirmá-los na fé.

Na terça-feira, o Pontífice enviou aos cidadãos egípcios uma videomensagem na qual afirmou que irá ao país “como amigo, como mensageiro de paz e como peregrino”.

“Nosso mundo, dilacerado por uma violência cega, que feriu também o coração da vossa amada terra, precisa de paz, amor e misericórdia”.

Além disso, o Vaticano revelou detalhes da viagem, como o fato de que o Papa usará um veículo normal, sem blindagens, para se deslocar pelas ruas do Cairo.

Fonte: http://www.acidigital.com/noticias/papa-francisco-irei-ao-egito-como-peregrino-da-paz-25514/

Be Sociable, Share!

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.