Pirataria é pecado?

Não conheço documento algum da Igreja sobre a prática da pirataria; mas é certo que isso é errado, e a Igreja não precisa, portanto, dizer mais nada. No entanto, como a prática se alastrou, esse costume acaba gerando uma certa atenuante no erro. Uma vez que as autoridades não o coibem suficientemente certamente por falta de meios –  e o povo se acostuma a isso, a prática passa de certa forma a fazer parte do “costume” do povo e passa a ser aceito por ele. E assim não há como negar que o pecado fica diminuido. No entanto, não deve se fechar os olhos para ele, pois há pessoas que são prejudicadas com isso.

Prof. Felipe Aquino

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.