Programa Escola da Fé:19/04/2012

Nota da CNBB sobre o aborto de Feto Anencefálico
Referente ao julgamento do Supremo Tribunal Federal sobre a Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental nº 54

BRASILIA, sexta-feira, 13 de março de 2012 (ZENIT.org) A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB lamenta profundamente a decisão do Supremo Tribunal Federal que descriminalizou o aborto de feto com anencefalia ao julgar favorável a Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental n. 54. Com esta decisão, a Suprema Corte parece não ter levado em conta a prerrogativa do Congresso Nacional cuja responsabilidade última é legislar.
Os princípios da “inviolabilidade do direito à vida”, da “dignidade da pessoa humana” e da promoção do bem de todos, sem qualquer forma de discriminação (cf. art. 5°, caput; 1°, III e 3°, IV, Constituição Federal), referem-se tanto à mulher quanto aos fetos anencefálicos. Quando a vida não é respeitada, todos os outros direitos são menosprezados, e rompem-se as relações mais profundas.
Legalizar o aborto de fetos com anencefalia, erroneamente diagnosticados como mortos cerebrais, é descartar um ser humano frágil e indefeso. A ética que proíbe a eliminação de um ser humano inocente, não aceita exceções. Os fetos anencefálicos, como todos os seres inocentes e frágeis, não podem ser descartados e nem ter seus direitos fundamentais vilipendiados!
A gestação de uma criança com anencefalia é um drama para a família, especialmente para a mãe. Considerar que o aborto é a melhor opção para a mulher, além de negar o direito inviolável do nascituro, ignora as consequências psicológicas negativas para a mãe.   Estado e a sociedade devem oferecer à gestante amparo e proteção
Ao defender o direito à vida dos anencefálicos, a Igreja se fundamenta numa visão antropológica do ser humano, baseando-se em argumentos teológicos éticos, científicos e jurídicos. Exclui-se, portanto, qualquer argumentação que afirme tratar-se de ingerência da religião no Estado laico. A participação efetiva na defesa e na promoção da dignidade e liberdade humanas deve ser legitimamente assegurada também à Igreja.
A Páscoa de Jesus que comemora a vitória da vida sobre a morte, nos inspira a reafirmar com convicção que a vida humana é sagrada e sua dignidade inviolável.
Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil, nos ajude em nossa missão de fazer ecoar a Palavra de Deus: “Escolhe, pois, a vida” (Dt 30,19).

Cardeal Raymundo Damasceno Assis
Arcebispo de Aparecida – Presidente da CNBB

***
Parlamento húngaro aprovou Constituição que defende cristianismo

A Hungria  adotou uma Constituição que é a primeira após a ditada pelos ocupantes soviéticos em 1949. A Lei Fundamental foi aprovada por mais de dois terços do Parlamento e entrou em vigor no 1º de janeiro deste ano. No prólogo, a nova Lei Fundamental invoca a bênção de Deus e afirma que “nós, o povo da Hungria, […] somos orgulhosos do fato de nosso rei Estêvão, santo padroeiro da Hungria durante mil anos, ter fundado a nossa Pátria sobre bons fundamentos, a incorporando à Europa cristã”. Evocando a história da Hungria como defesa avançada da Europa contra os invasores turcos e tártaros, a Lei reconhece o papel central do Cristianismo para “a sobrevivência da nação”.

Fonte: http://luzesdeesperanca.blogspot.com.br

***

As cinzas dos defuntos não devem ser pulverizadas após a cremação
VATICANO, 30 Mar. 12 (ACI/EWTN Noticias) .- A Livraria Editora Vaticano apresentou recentemente a segunda edição do Rito de exéquias, em que se sublinha que os católicos não devem pulverizar as cinzas de um defunto logo depois de ser cremado, já que essa prática, que está na moda atualmente, é contrária à fé cristã. As cinzas devem ser enterradas.
Dom Angelo Lameri  explicou que se colocou a cremação em um apêndice à parte para sublinhar o fato de que a Igreja, “embora não se oponha à cremação dos corpos quando não é  feita ‘in odium fidei’ (por ódio à fé), segue considerando que a sepultura do corpo dos defuntos é a forma mais adequada para expressar a fé na ressurreição da carne, assim como para favorecer a lembrança e a oração de sufrágio por parte de familiares e amigos”. O texto também assinala que excepcionalmente, os ritos previstos na capela do cemitério ou diante da tumba podem ser celebrados também no mesmo lugar da cremação. Recomenda-se ademais o acompanhamento do féretro a este lugar. É de especial importância a afirmação que “a cremação se considera concluída quando se deposita a urna no cemitério”.
Uma nova adaptação permite agora pronunciar palavras de lembrança cristã do defunto no momento da despedida.

***

Conferência Episcopal do Uruguai se levanta contra aborto e eutanásia

Montevidéu (Sexta-feira, 30-03-2012, Gaudium Press) Enquanto ainda se debate sobre a despenalização do aborto e da eutanásia, no Uruguai, os Bispos da Conferência Episcopal do país (CEU), reiteraram sua rejeição a possível decisão do governo.
A sociedade paraguaia ainda está consternada pelo assassinato de 16 pacientes que se encontravam na terapia intensiva de diversos hospitais do país.
Autoridades do Uruguai detiveram, há poucos, dias três enfermeiros acusados de terem assassinado aqueles 16 pacientes. Segundo a polícia, já são por volta de 50 as vítimas. Outras fontes afirmam que foram cometidos 200 homicídios através de injeções de morfina e ar.

***

Concurso gay elege o “Jesus Cristo” mais sensual na Páscoa nos EUA
Evento debochado extravasa sentimentos dos militantes gays contra o Cristianismo – 2 de abril de 2012

No próximo domingo, 8 de abril, será realizado em São Francisco, nos Estados Unidos, mais uma edição do Hunky Jesus Contest (Concurso do Jesus Sensual).
O concurso escolhe a imitação mais sensual de Jesus Cristo. O evento é organizado há 33 anos pelo grupo gay “The Sisters of Perpetual Indulgence” (As Irmãs do Vício Perpétuo).
Os militantes da organização gay se vestem de freiras e apresentam os gays que melhor representem um Jesus sensual ou debochado. Os homossexuais sobem ao palco quase sem roupa e com alguns adereços, como cruzes e coroas de espinhos.
http://www.youtube.com/watch?v=7vvdpiQDQLI
O Concurso do “Jesus Sensual” é realizado todo domingo de Páscoa no Parque Dolores de San Francisco, considerada a capital gay dos EUA, e chega a reunir 5 mil espectadores.
“Esse concurso simboliza o desprezo que muitos militantes homossexuais têm de Deus e do Cristianismo”, declarou Peter LaBarbera, presidente de uma associação que luta pela preservação da família americana.

***

Excomungados quatro clérigos greco-católicos da Ucrânia
Eles se proclamaram bispos e criaram uma Igreja separada

VATICANO, sexta-feira, 30 de março de 2012 (ZENIT.org) – A Congregação para a Doutrina da Fé divulgou uma Declaração sobre o status canônico dos “sediciosos bispos greco-católicos de Pidhirci”, reverendos Eliás A. Dohnal OSBM, Markian V. Hitiuk OSBM, Metodeix R. Spirik OSBM e Robert Oberhauser.

Do Palácio do Santo Ofício, 22 de fevereiro de 2012.
William cardeal Levada, prefeito.
+ Luis F. Ladaria SJ, arcebispo titular de Thibica, secretário.
Livraria Editora Vaticana

Real Madrid cede ante o mercado muçulmano e elimina a cruz do seu escudo
MADRI, 30 Mar. 12 (ACI) .- O jornal esportivo Marca confirmou que o Real Madrid aceitou eliminar a cruz que desde 1920 o clube de futebol exibe em seu escudo para evitar conflitos na multimilionária construção de um complexo turístico-esportivo na ilha de Ras Al Khaimah, uma das sete que formam os Emirados Árabes Unidos, onde o Islã é a religião oficial.
Conforme informa o diário Marca, as autoridades do clube cuidaram que “todos os detalhes” e decidiram “prescindir da cruz que há na coroa do escudo para evitar desta forma qualquer tipo de confusão ou más interpretações em uma zona onde a grande maioria de população professa a religião muçulmana”.
 Nas redes sociais abundam os comentários contra a medida. Os usuários lamentam que o clube tenha cedido à pressão do mercado árabe e recordam que na Espanha os muçulmanos têm plena liberdade para usar e exibir seus símbolos religiosos. Alguns inclusive ironizam perguntando se o clube ia mudar de nome suas estrelas Cristiano (Cristão), Angel (Anjo) e Di María.

***

ONU Poderá Reconhecer Direitos Sexuais para Crianças de Dez Anos

Assim diz o texto de Friday Fax: A Comissão sobre População e Desenvolvimento está considerando “direitos de saúde sexual e reprodutiva” para crianças até de dez anos. Até mesmo o secretário-geral Ban Ki-Moon concorda. Numa declaração recentemente dada ele disse: “Os jovens, tanto quanto todas as pessoas, têm o mesmo direito humano à saúde, inclusive saúde sexual e reprodutiva”.
Fonte:
http://diasimdiatambem.com/2012/03/30/direitos-sexuais-para-criancas-de-10-anos/

Doador de Esperma pode ser Pai de 600 pessoas

O journal  The Sun anunciou esta semana que o dono de um labaratório na Inglaterra fez inúmeras doações de esperma. Bertold Wiesner – que nasceu na Áustria – administrou a Clínica Barton em Londres, que ajudou mais de 1.500 mulheres conceber. Ele morreu em 1972. Mas pesquisas mostram que ele regularmente fez doações de esperma de início dos anos 1940 até meados dos anos 1960.

David Gollancz, um advogado de Londres também concebido na clínica, disse que a estimativa conservadora é de que ele teria feito 20 doações por ano. Usando dados padrão de nascidos vivos, incluindo nascimento de gêmeos e abortos naturais, estima-se que ele é responsável por entre 300 e 600 crianças. No ano passado verificou-se que um doador de esperma anônimo americano gerara mais de 150 crianças.
O Centro de Bioética e Cultura (Center of Bioethics and Culture) tem um bom filme, chamado de Dia dos Pais Anônimos.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.