Papa Bento XVI: “A voz de Deus não se reconhece no barulho e na agitação”

O site Gaudium Press (11 de dezembro de 20 12) divulgou as palavras do Papa neste último sábado. No dia da Solenidade da Imaculada Conceição, o Santo Padre presidiu um ato de veneração à Maria Imaculada no período da tarde na Praça de Espanha, em Roma.

Unido à Roma, aos visitantes e peregrinos aos pés da imagem da Imaculada Virgem, Papa Bento XVI dirigiu suas palavras em decorrência ao Evangelho da Anunciação, assinalando que “o encontro entre o mensageiro divino e a Virgem Imaculada passa completamente despercebido: ninguém sabe, ninguém fala sobre isso. É um evento que, se acontecesse em nossa época, não deixaria traços nos jornais e revistas, é um mistério que se realiza em silêncio. O que é realmente grande passa muitas vezes despercebido e o silêncio se revela mais fecundo que a frenética agitação de nossas cidades, mas que – com as devidas proporções – se vivia também nas cidades importantes como a Jerusalém daquela época”.

E também acrescentou que muitas vezes “a vida frenética torna-nos incapazes de parar e ouvir o silêncio em que o Senhor faz ouvir sua voz discreta. Maria, no dia em que recebeu o anúncio do Anjo, estava aberta para a escuta de Deus. Nela não há obstáculo, não existe nada que a separe de Deus. Este é o significado do seu ser sem pecado original: seu relacionamento com Deus é livre de falha, não há separação, não há sombra de egoísmo, mas uma perfeita harmonia: o seu pequeno coração humano está perfeitamente centralizado no coração de Deus”. Ressaltando que “a voz de Deus não se reconhece no barulho e na agitação”, e que “a salvação do mundo não é obra do ser humano, da ciência, da técnica, da ideologia, mas vem da Graça, que significa Amor em sua pureza e beleza, é Deus como é revelado na história da salvação narrada na Bíblia e realizada em Jesus Cristo”.

E o Papa Bento XVI concluiu suas palavras nos levando a refletir que “neste tempo de Advento, Maria Imaculada nos ensina a ouvir a voz de Deus que fala no silêncio, a acolher a sua Graça que nos liberta do pecado e do egoísmo, para saborear a verdadeira alegria”.

Fonte: http://www.gaudiumpress.org/content/42584–ldquo-A-voz-de-Deus-nao-se-reconhece-no-barulho-e-na-agitacao-rdquo—afirma-Bento-XVI

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.