Arquidiocese do Rio de Janeiro ganha três bispos auxiliares

Ainda
nomeação para Umuarama e renúncia em Caçador

CIDADE DO
VATICANO, quarta-feira, 24 de novembro de 2010 (ZENIT.org) – Segundo informou a Santa Sé nesta
quarta-feira, Bento XVI fez diferentes nomeações de bispos para o Brasil.

O Papa
nomeou três bispos auxiliares para a arquidiocese do Rio de Janeiro, transferiu
o bispo auxiliar de São Paulo Dom João Mamede Filho para a vacante diocese de
Umuarama (Paraná) e aceitou a renúncia do bispo de Caçador (Santa Catarina),
Dom Luiz Carlos Eccel.

Rio de
Janeiro

A
arquidiocese do Rio de Janeiro informou que arcebispo Dom Orani João Tempesta
fez o anúncio dos três novos bispos na manhã de hoje, pela Rádio Catedral.

Trata-se
dos padres do clero local Pedro Cunha Cruz e Nelson Francelino Ferreira, e do
padre Paulo César Costa (diocese de Valença, Estado do Rio de Janeiro).

Monsenhor
Pedro Cunha Cruz, atual pároco da Paróquia Santa Rita e diretor da Faculdade
Eclesiástica de Filosofia João Paulo II, tem 46 anos e 20 de sacerdócio. Ele
foi ordenado no dia 4 de agosto de 1990.

Formado
pelo Seminário Arquidiocesano São José, cursou Filosofia pela UERJ, de 1987 a 1990, e Teologia pela
PUC-Rio, de 1986 a
1989. É mestre em Filosofia pela Pontifícia Universidade Santa Croce (1995),
mestre em
Teologia Fundamental pela Pontifícia Universidade Gregoriana
(1996), e doutor em Filosofia pela Santa Croce (1997).

Monsenhor
Nelson Francelino Ferreira é professor da Faculdade de Teologia São Bento, tem
46 anos e 20 de sacerdócio. Também foi ordenado no dia 4 de agosto de
1990. 

Formado
pelo Seminário Arquidiocesano São José, cursou Filosofia pela Faculdade
Eclesiástica de Filosofia João Paulo II, de 1984 a 1985, e Teologia pelo
Instituto Superior de Teologia da Arquidiocese do Rio de Janeiro, de 1986 a 1989. É mestre e
doutor em
Teologia Sistemática pela PUC-Rio (1997/2001).

Monsenhor
Paulo César Costa, 43 anos de vida e 18 de sacerdócio, foi ordenado em 1992.
Atualmente é membro do grupo de peritos da Comissão de Doutrina da CNBB, do
Instituto Nacional de Pastoral da CNBB, reitor do Seminário Diocesano Paulo VI,
em Nova Iguaçu,
e diretor do Departamento de Teologia da PUC-Rio.

Formado
pelo Seminário Arquidiocesano São José, cursou Filosofia no Seminário Nossa
Senhora do Divino Amor, em Petrópolis, como seminarista da Diocese de Valença,
e Teologia pelo Instituto Superior de Teologia da Arquidiocese do Rio de
Janeiro, já no Seminário São José, de 1989 a 1992. Tem mestrado e doutorado em Teologia Sistemática
pela Pontifícia Universidade Gregoriana.

Umuarama

O novo
bispo de Umuarama (Paraná), Dom João Mamede FIlho, 59 anos, é da Ordem dos
Frades Menores Conventuais (OFMConv). Natural de Caçapava (São Paulo), foi
ordenado bispo em 2006, atuando como auxiliar na arquidiocese de São Paulo.

Caçador

Também
hoje, Bento XVI aceitou o pedido de renúncia ao governo pastoral da diocese de
Caçador feito por Dom Luiz Carlos Eccel, 59 anos, de acordo com o cânon 401 §
2º do Código de Direito Canônico. Desde que foi ordenado bispo, em fevereiro de
1999, Dom Luiz Eccel estava na diocese de Caçador.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.