A Igreja aprova a bioenergética?

A Igreja não opina sobre a medicina pois isto não é o seu campo de atuação; ela deixa isto para os médicos. Em princípio a Igreja aprova o que o Conselho Federal de Medicina aprova – CFM, desde que não tenha algo contra a fé ou a moral católica.

A bioenergética é um campo muito aberto, dentro das terapias não convencionais, alternativa, ainda não aprovadas pelo CFM; logo é preciso tomar cuidado para não se usar de modo inadequado (chás, remédios, exercícios, etc) que possam fazer mal à saúde. No caso da bioenergética que usa uma varinha de metal para detectar as doenças, não consigo ver neste método um princípio científico, me parece mais magia.

Prof. Felipe Aquino

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.