Você ainda não se confessou para o Natal? Siga estes cinco conselhos

O padre argentino Leandro Bonnin, autor de vários livros sobre espiritualidade católica, dá cinco conselhos simples para quem ainda não se confessou para o Natal.

1. Faça o seu exame de consciência em clima de oração e abertura ao Espírito Santo

Padre Bonnin diz que o Espírito Santo “pode revelar o quanto você é amado e as suas faltas ao amor, de acordo com o Evangelho”. Por isso, ele recomenda “parar pelo menos 10 minutos para revisar a sua vida desde a última confissão, e no possível, fazer isso com um guia de perguntas que lhe oriente e esclareça”.

2. Peça como graça experimentar dor pelos pecados

O padre argentino lembrou que “a contrição e o arrependimento são a alma da confissão”, por isso é importante, talvez diante de um crucifixo, “pedir a graça de experimentar a dor pelos pecados”.

“Não se contente apenas em ‘enumerar as transgressões às normas’: abra-se à graça da compunção, ‘sinta’ que cada pecado fez o Pai chorar, feriu o Corpo de Jesus, entristeceu o Espírito”, explicou.

Leia também: 10 dicas para viver bem o Natal

Como temos preparado a nossa vida para a chegada do Senhor?

7 meios espirituais para aproveitar ao máximo o Advento

O grande Sacramento da Confissão

3. Lembre-se de que o sacerdote age em nome de Cristo

O padre “pode ser alto, baixo, magro, gordinho, jovem, velho, culto, simples … Ele é sempre Jesus Cristo, verdadeiro Deus e verdadeiro homem, a quem se aproximará na Reconciliação”, disse.

O padre Bonnin sugere: “feche os olhos e imagine que está –como a mulher adúltera– aos pés da misericórdia encarnada, ou no cume do Calvário, com Maria e Madalena”.

4. Confesse com simplicidade

O padre argentino explica que “não é necessário que descreva cada pecado detalhadamente, basta que o enuncie com clareza”.

“Nunca se justifique, nem acrescente circunstâncias que pareçam ‘atenuar’ a próprio sentido da falta. Nunca confesse os pecados dos outros! Com humildade, com clareza, com a extensão adequada, mostre a sua alma e as suas feridas como estão, para que o bálsamo do perdão renove tudo”, disse.

5. Preste atenção às palavras de absolvição

“Naquele momento se abre o Lado de Cristo e dessa fonte emana para você o Espírito que restaura a sua inocência batismal. Permanece com o coração aberto, como ‘terra árida, sequiosa e sem água’, para que esta água purificadora e vivificante penetre e permeie tudo. E depois agradeça e eleve no coração um sincero Magnificat, com Maria e como Maria”, concluiu o padre Bonnin.

Fonte: https://www.acidigital.com/noticias/voce-ainda-nao-se-confessou-para-o-natal-siga-estes-cinco-conselhos-17200

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.