Venezuela: apesar da crise, cresce número de vocações sacerdotais

São 804 os seminaristas em fase preparatória ou já estudando filosofia e teologia para uma muito provável futura ordenação sacerdotal.

Segundo o Gaudium Press (26/04/2021), na Venezuela, mesmo sobrevivendo dentro de uma terrível crise econômica e social que só se agravou com a pandemia do coronavírus, a resposta de jovens para a vocação ministerial do sacerdócio aumentou.

Atualmente são 804 os seminaristas que estão em fase preparatória ou já estudando filosofia e teologia para uma muito provável futura ordenação sacerdotal.

Em uma entrevista para Agencia Fides a Conferência Episcopal da Venezuela confirmou que muitas atividades têm sido realizadas para promover a pastoral vocacional, com a intenção de fortalecer o discernimento espiritual dos jovens vocacionados.

186 alunos em formação, 328 estudando filosofia e 290 cursando teologia

Atualmente chega a 21 o número de seminários no país, sendo que três deles são preparatórios tendo 186 alunos em formação, 328 estudando filosofia e 290 cursando teologia.

O diretor do Dicastério do Clero, Seminários, Vocações e Diaconato Permanente, Padre Rivelino, explicou que “Terminados os estudos de teologia, realiza-se um ano de experiência pastoral numa paróquia, sob a orientação do pároco e da equipe de formadores do seminário, que dura cerca de um ano. Após esta experiência, pode ser realizada a ordenação presbiteral.

Essa ascensão numérica e qualitativa é necessária para que se supra a carência de sacerdotes no país

Apesar do crescimento do número de jovens chamados para o sacerdócio, é necessário que essa ascensão numérica e de qualitativa para que seja suprida a grande carência de sacerdotes no país.

Ainda há pouco, o Papa Francisco concedeu à diocese de San Cristobal, neste país sul americano a administração do Vicariato Apostólico de Caroní.

O Vicariato de Caroní tem necessidade de muitos missionários e sacerdotes. Trata-se de uma das áreas mais carentes devido ao difícil acesso a ela e por causa da falta de comunicação e meios para levar a vida sacramental às comunidades.

A Conferência Episcopal da Venezuela confirmou à Agencia Fides que o número de vocações sacerdotais aumentou também entre as populações indígenas, sendo, evidentemente, motivo de alegria para todos.
Em 1930 a Venezuela tinha um seminário indígena que desapareceu por falta de vocações. (JSG)

Fonte: https://gaudiumpress.org/content/venezuela-apesar-da-crise-cresce-numero-de-vocacoes-sacerdotais/

Be Sociable, Share!

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.