Vaticano promove Dia de Oração pelas vítimas de abusos

Segundo o ACI (19/02/2021), a Pontifícia Comissão para a Tutela dos Menores destacou que na primeira sexta-feira da Quaresma ocorre um Dia de Oração pelas vítimas de abusos em alguns países e ressaltou a importância da oração.

O Dia de Oração pelas Vítimas de Abuso foi uma iniciativa que o Papa Francisco solicitou às Conferências Episcopais desde 2016, pedindo-lhes “para escolher um dia apropriado para rezar pelos sobreviventes e vítimas de abuso sexual como parte da iniciativa do Dia Universal de Oração”.

A ideia da instituição deste Dia de Oração veio inicialmente de um sobrevivente de abuso sexual em sua infância e foi aprovada pelos membros da Comissão em fevereiro de 2016.

“A oração é parte do processo de cura dos sobreviventes e da comunidade de fiéis. A oração pública também é uma forma importante de demonstrar uma maior consciência na Igreja”, indicou a Pontifícia Comissão para a Tutela dos Menores.

Nos últimos anos, as Conferências Episcopais escolheram datas diferentes. Por exemplo, a Igreja na Austrália recorda o Dia em 11 de setembro junto com o Dia Nacional para a Proteção das Crianças; as Conferências Episcopais da África Austral (SACBC) dedicam três dias à oração que terminam no segundo domingo do Advento; várias igrejas na Europa, entre elas Espanha e Suíça, realizam no domingo mais próximo ao Dia Mundial da Criança, que é 20 de novembro; e outras, como a França e a Bélgica, instituíram dias nacionais de oração e jejum em outras datas.

Neste sentido, nesta primeira sexta-feira da Quaresma, 19 de fevereiro, as catedrais e paróquias da Irlanda acenderão velas para comemorar este dia, enquanto as igrejas da Escócia e da Polônia celebrarão liturgias especiais.

A Pontifícia Comissão para a Tutela dos Menores trabalha com o objetivo de “fazer da Igreja um ‘lar seguro’ para as crianças, adolescentes e adultos vulneráveis”. Entre as diferentes tarefas que realiza estão “a atenção pastoral às vítimas e suas famílias, educação, orientações de boas práticas, formação para o sacerdócio e a vida religiosa, normas eclesiais e civis que regem as denúncias de abuso e a assunção de responsabilidade das pessoas que ocupam cargos importantes dentro da Igreja na hora de enfrentar as acusações de abuso”.

Clique AQUI para obter mais informações

Publicado originalmente em ACI Prensa. Traduzido e adaptado por Nathália Queiroz.

Fonte: https://www.acidigital.com/noticias/vaticano-promove-dia-de-oracao-pelas-vitimas-de-abusos-40428

Be Sociable, Share!

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.