Vaticano incentiva cultura do respeito e tolerância entre religiões

Segundo o ACI Digital (18/10/2017), em uma mensagem de felicitação à comunidade hindu por ocasião da festa do Deepavali, uma das principais desta religião, o Pontifício Conselho para o Diálogo Inter-religioso divulgou uma mensagem na qual elogia a colaboração entre cristãos e hindus para combater a intolerância e pede impulsionar medidas que favoreçam o respeito entre religiões e culturas.

Na mensagem, assinada pelo presidente do Pontifício Conselho, Cardeal Jean-Louis Tauran, e pelo secretário, Dom Miguel Ángel Ayuso Guixot, demonstra-se a preocupação pela “intolerância que é causa de violência em tantas partes do mundo”,

Nesse sentido, “queremos refletir sobre como cristãos e hindus podem juntos fazer crescer o respeito recíproco entre as pessoas – indo para além da tolerância –, para preparar um era mais pacífica e harmoniosa para cada sociedade”.

Assim, explicam que “a tolerância certamente envolve abertura e paciência com os outros, reconhecendo sua presença em nosso meio. Mas se devemos trabalhar por uma paz duradoura e uma verdadeira harmonia, não é suficiente a tolerância. Serve também um verdadeiro respeito e atenção à diversidade de culturas e costumes das nossas comunidades”.

“O respeito pelos outros é um antídoto importante à intolerância, porque expressa uma verdadeira apreciação pela pessoa e sua inata dignidade”, explica-se na mensagem.

“À luz da nossa responsabilidade para com a sociedade, para fazer crescer esse respeito, se deve demonstrar estima pelos diversos costumes e práticas sociais, culturais e religiosas, bem como pelo reconhecimento dos direitos inalienáveis como o direito à vida ou a professar e praticar a religião escolhida”.

Por isso, “o caminho que devem percorrer as várias comunidades é marcado pelo respeito. Enquanto a tolerância protege simplesmente o outro, o respeito vai além: promove a convivência pacífica e a harmonia para todos”.

“O respeito cria espaço para cada pessoa e nutre em nós a sensação de estar ao mesmo tempo com os demais. Em vez de dividir ou de isolar, o respeito nos faz ver nossas diferenças como um sinal de diversidade e de riqueza dentro de uma única família humana”.

Nesse sentido, incentiva a “aceitar desafio de ir além dos limites da tolerância e mostrar respeito a indivíduos e comunidades, porque cada um merece e deseja ser avaliado de acordo com sua inata dignidade. Isso requer construir uma verdadeira cultura do respeito, capaz de promover a resolução de conflitos, a construção da paz e a vida harmoniosa”.

“Radicais nas nossas tradições espirituais e unidos na preocupação compartilhada pela unidade e o bem-estar de todos, nós, cristãos e hindus, podemos, juntamente com outros crentes e pessoas de boa vontade, encorajar, nas nossas famílias e comunidades, e através dos ensinamentos religiosos e da mídia, o respeito por cada pessoa, especialmente para aqueles de diferentes culturas e crenças que estão em nosso meio”.

Por último, o Cardeal Tauran e Dom Ayuso felicitaram a comunidade hindu pela festividade do Deepavali, que será celebrada no próximo dia 19 de outubro, “desejando que esta celebração das luzes ilumine vossas mentes e vossa vida, alegre vossos corações e vossas casas reforçando famílias e comunidades”.

Fonte: http://www.acidigital.com/noticias/vaticano-incentiva-cultura-do-respeito-e-tolerancia-entre-religioes-37816/

Be Sociable, Share!

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.