Vaticano: Árvore de Natal chega na Praça de São Pedro

A cerimônia de iluminação da árvore e a inauguração do presépio está prevista para ocorrer no dia 10 de dezembro.

Segundo o Gaudium Press (23/11/2021), o Vaticano já está começando a se enfeitar para as festividades natalinas. Nesta terça-feira, 23, um dos símbolos do Natal chegou à Praça de São Pedro: a árvore de Natal.

Abeto possui 28 metros de altura e pesa oito toneladas

Proveniente da região de Trentino-Tirol do Sul, no norte da Itália, o abeto, que possui 28 metros de altura e pesa oito toneladas, foi içado por um guindaste, que o instalou no centro da famosa praça, à direita do obelisco.

Iluminação da árvore e a inauguração do presépio

Além da árvore de Natal, um presépio dará um toque natalino na Praça de São Pedro. O presépio deste ano virá dos Andes peruanos e em breve chegará ao Vaticano. A iluminação da árvore e a inauguração do presépio estão previstos para o dia 10 de dezembro.

Presépio e Árvore de Natal ficarão na Praça de São Pedro até o dia 9 de janeiro

A cerimônia será presidida pelo Arcebispo Fernando Vergez Alzaga, Presidente do Governatorato do Estado do Vaticano. A árvore e o presépio na Praça de São Pedro poderão ser visitados até 9 de janeiro de 2022, Festa do Batismo do Senhor. (EPC)

Fonte: https://gaudiumpress.org/content/vaticano-arvore-de-natal-chega-na-praca-de-sao-pedro/

Be Sociable, Share!

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.