UNESCO reconhece Catedral mexicana como Patrimônio da Humanidade

Esses edifícios religiosos “são monumentos emblemáticos do modelo arquitetônico adotado pelos primeiros missionários que evangelizaram as populações indígenas no século XVI”.

Segundo o Gaudium Press (29/07/2021), a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) acrescentou em sua lista de Patrimônio Mundial, o convento franciscano e catedral de Nossa Senhora da Assunção em Tlaxcala, no México, que se unem a outros 14 conventos católicos construídos aos pés do vulcão Popocatépetl declarados Patrimônio Mundial em 1994.

Através de um boletim, a UNESCO ressaltou que esses edifícios religiosos “são monumentos emblemáticos do modelo arquitetônico adotado pelos primeiros missionários franciscanos, dominicanos e agostinianos que evangelizaram as populações indígenas no século XVI”.

“O Conjunto Conventual e Catedralesco Franciscano de Nossa Senhora da Assunção de Tlaxcala é também um exemplo de uma nova visão da arquitetura, na qual os espaços abertos ganham nova importância”, destacou.

Convento franciscano e Catedral de Nossa Senhora da Assunção em Tlaxcala

O conjunto conventual foi construído no início da primeira metade do século XVI, entre 1525 e 1527. Já a Diocese de Tlaxcala foi criada no ano de 1527, tendo como primeiro Bispo, Dom Julián Garcés e após a conversão da igreja da Assunção em catedral.

Já no ano de 1543, a sede episcopal mudou de Tlaxcala para a cidade de Puebla, apesar de continuar sendo chamada de Diocese de Tlaxcala, até o ano de 1903, quando, através de um decreto do Papa São Pio X, passou a ser chamada de Arquidiocese de Puebla de los Angeles. No ano de 1959, o Papa São João XXIII voltou a instituir a Diocese de Tlaxcala como sufragânea da Arquidiocese de Puebla de los Ángeles.

Alegria pelo reconhecimento da UNESCO

O atual Bispo de Tlaxcala, Dom Julio Salcedo Aquino, manifestou sua alegria “por este reconhecimento do Conjunto Franciscano, herança de uma história missionária e evangelizadora, cultural e artística em Tlaxcala (México)”.

“Este Conjunto Francisco permaneceu fiel, ao longo dos séculos, à sua missão original: a obra evangelizadora da Igreja, iniciada pelos filhos de São Francisco de Assis, os Frades Menores”, ressaltou.

O Bispo destacou ainda que acolheu com alegria a declaração do Conjunto Conventual Franciscano e Catedralesco como Patrimônio Cultural da Humanidade e assegurou que unirá esforços com as autoridades competentes para valorizá-lo e conservá-lo. (EPC)

Fonte: https://gaudiumpress.org/content/unesco-reconhece-catedral-mexicana-como-patrimonio-da-humanidade/

Be Sociable, Share!

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.