Teólogos fazem reunião a portas fechadas em Roma sobre documento de orientação para o sínodo de outubro

Segundo o ACI Digital (05/06/2024), cerca de 20 teólogos estão em Roma para dez dias de trabalho preparatório que antecedem a elaboração do documento que orienta a próxima assembleia do Sínodo da Sinodalidade.

A reunião a portas fechadas de 4 a 13 de junho de especialistas em teologia, eclesiologia e direito canônico está acontecendo na cúria geral dos jesuítas perto do Vaticano. A Secretaria do Sínodo espera divulgar um documento sobre a reunião de junho no início de julho.

Este texto inicial vai “preparar o caminho” para a elaboração do documento – chamado de “Instrumentum Laboris 2” – que vai guiar os trabalhos da segunda sessão do Sínodo da Sinodalidade, em outubro, disse o padre jesuíta Giacomo Costa em comunicado na quarta-feira (5) à imprensa.

Costa, que é secretário especial do Sínodo da Sinodalidade, disse que o grupo de teólogos está reunido para realizar “uma primeira análise” dos relatórios das comunidades locais e discernir sobre suas “questões e reflexões teológicas”.

A assembleia sinodal de outubro é uma continuação do sínodo plurianual da sinodalidade, que começou em outubro de 2021 e incluiu etapas de discernimento e discussão em vários níveis da Igreja. A primeira sessão da assembleia sobre sinodalidade no Vaticano aconteceu em outubro do ano passado.

Teólogos e outros especialistas da Igreja estão lendo e discutindo novos relatórios das Igrejas locais na reunião ao refletir sobre o relatório de síntese de 41 páginas divulgado no final da reunião de outubro do ano passado. Os participantes também estão considerando a questão “como ser uma Igreja sinodal em missão”.

Os especialistas internacionais também estão lendo e refletindo sobre material compartilhado por ordens religiosas femininas, faculdades universitárias, associações religiosas e outros, bem como relatórios de uma sessão de escuta com 300 párocos que aconteceu perto de Roma, na cidade de Sacrobano, de 28 de abril a 2 de maio.

“O material recebido muitas vezes acrescenta testemunhos reais sobre como as Igrejas particulares não apenas entendem a sinodalidade, mas também como já estão colocando esse estilo em prática”, disse o secretário-geral do sínodo, cardeal Mario Grech, em comunicado à imprensa.

“Não estamos deixando nada ao acaso. Cada documento deve ser lido com atenção com o objetivo de que, ao final deste encontro, o grupo apresente um texto que reflita o trabalho, as perguntas e os insights recebidos das bases”, disse Grech.

Segundo o escritório do sínodo, o encontro de teólogos começou com um retiro espiritual que dura a metade de um dia e também inclui missa diária e tempo para oração pessoal.

Fonte: https://www.acidigital.com/noticia/58200/teologos-fazem-reuniao-a-portas-fechadas-em-roma-sobre-documento-de-orientacao-para-o-sinodo-de-outubro

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.