Carta da esposa de um viciado em pornografia: uma leitura obrigatória para todos os maridos

Esta carta foi enviada anonimamente a um sacerdote por uma das suas paroquianas “Caro padre,   Escrevo de forma anônima porque, se lhe dissesse quem eu sou, ficaria com vergonha de ir ao confessionário, à missa, ao lugar onde estou sendo nutrida espiritualmente, com tanta gratidão. Quero agradecer pelo sacerdote … Continue Lendo