Confissão no Código de Direito Canônico

959 – No sacramento da penitência, os fiéis que confessam seus pecados ao ministro legítimo, arrependidos e com o propósito de se emendarem, alcançam de Deus, mediante a absolvição dada pelo ministro, o perdão dos pecados cometidos após o batismo, e ao mesmo tempo se reconciliam com a Igreja, à … Continue Lendo

Posso comungar e confessar-me depois?

Se, infelizmente, tiver algum pecado mortal, não pode. A Igreja ensina-o claramente, e até em tempos antigos excomungava o padre que dissesse que proceder assim estava certo. O Catecismo da Igreja Católica – num texto já citado – recorda-o claramente: “Aquele que tem consciência de ter cometido um pecado mortal … Continue Lendo

24/12 – São Charbel

O santo de hoje nasceu no norte do Líbano, num povoado chamado Bulga-Kafra, no ano de 1828. Proveniente de uma família cristã e centrada nos valores do Evangelho, muito cedo precisou conviver com a perda de seu pai. Após discernir o seu chamado à vida religiosa, com 20 anos ingressou … Continue Lendo

Não sabe o que confessar? 17 perguntas para um exame de consciência de adultos

Uma confissão sincera permite a renovação da alma e a sua abertura à graça de Deus! Estas questões podem ajudar a prepará-la melhor O site do Opus Dei em português publicou um conjunto de perguntas que podem ajudar adultos a realizarem seu exame de consciência pessoal prévio a uma confissão. … Continue Lendo

Se a confissão perdoa os pecados, para que existem as indulgências?

Será que, depois do perdão dos pecados na confissão, sobra algum “resto de pecado”? Pergunta do leitor Ao falar das indulgências, algumas pessoas mencionam os “restos do pecado”. Mas se o sacramento da Penitência nos perdoa de tudo, o que resta por perdoar? Também acho que é impossível esta necessidade … Continue Lendo

Sete sacramentos, por quê?

Se cada sacramento dá (ou aumenta) a graça santificante à alma, por que Jesus instituiu sete? Não teria bastado instituir um só, que receberíamos conforme necessitássemos? Assim seria se a graça santificante fosse a única espécie de graça de Deus tivesse querido dar-nos, e se a vida espiritual que a … Continue Lendo

Confissões más e duvidosas

Há certas confissões que infelizmente não são duvidosas, porque foram certamente mal feitas, inclusive sacrílegas. Lembre a esse respeito o que sempre nos ensinou a Igreja: A confissão é mal feita quando nela se oculta voluntariamente um pecado mortal ou quando não se tem arrependimento dos pecados. Quem, por vergonha … Continue Lendo

19/07 – Santo Arsênio

Arsênio, que pertencia a uma nobre e tradicional família de senadores, nasceu no ano 354, em Roma. Segundo os registros, ele foi ordenado sacerdote, pessoalmente, pelo papa Dâmaso. Em 383, o próprio imperador Teodósio convidou-o para cuidar da educação e formação de seus filhos Arcádio e Honório, em Constantinopla. Arsênio … Continue Lendo