Quem deve interpretar a Bíblia?

A importantíssima Constituição Dogmática do Concílio Vaticano II “Dei Verbum” (A Palavra de Deus), que explica como Deus se revelou a nós pela Bíblia e pela Tradição Apostólica (“Bíblia não escrita”), diz o seguinte: “O ofício de interpretar autenticamente a palavra de Deus escrita ou transmitida [Tradição] foi confiado unicamente … Continue Lendo

A Palavra de Deus é viva e eficaz!

“Ler a Sagrada Escritura significa pedir o conselho de Cristo” São Francisco de Assis Por ser Palavra de Deus, a Bíblia nunca envelhece, nem caduca; ela fala-nos hoje como para além dos séculos. Cristo é o centro da Sagrada Escritura. O Antigo Testamento o anuncia em figuras e na esperança; … Continue Lendo

Pode aprender-se a orar com a Bíblia?

A Bíblia é como uma fonte para a oração. Orar com a Palavra de Deus significa utilizar as palavras e os acontecimentos bíblicos na própria oração. “Desconhecer a Escritura é desconhecer Cristo” (São Jerônimo). [2652-2653] Leia também: A Igreja Católica e a Bíblia Como ler e entender a Bíblia? Orar sem … Continue Lendo

A escrita bíblica

Os livros da Bíblia foram escritos em três línguas muito antigas: o hebraico (todos os livros protocanônicos do AT), aramaico (Ev. Mateus); grego (livros do NT). O hebraico era escrito sem vogais até o século VII dC. Somente nos séculos VII a X dC, os rabinos judeus fizeram a vocalização … Continue Lendo

A sã Doutrina

Em suas cartas pastorais (1/2Tm, Tt), o Apóstolo refere-se a pregadores de falsas doutrinas que perturbavam as comunidades cristãs. Tratava-se de erros na fé. São Paulo os rejeita e quer advertir os seus fiéis recorrendo a uma imagem nunca dantes utilizada pelo Apóstolo: a heresia é gangrena (gangraina), ao passo … Continue Lendo