É permitido ao divorciado ser catequista ou trabalhar em pastoral?

O divorciado pode ser catequista, comungar e participar da pastoral, desde que viva em castidade. Leia também: A importância da Catequese hoje A pessoa divorciada mas que vive uma vida casta pode comungar ou não? A importância da catequese para a Igreja Movimento e Pastoral, qual a diferença? Como ensinar a … Continue Lendo

Por que só comungamos a hóstia e não bebemos o vinho consagrado?

Em primeiro lugar é preciso dizer que em muitas igrejas as pessoas já comungam sob as duas espécies, isto é, Pão e Vinho consagrados. Depende de cada Bispo essa autorização, desde que não haja risco de profanação. Leia também: O pão e o vinho têm significados particulares? Como devemos venerar corretamente … Continue Lendo

Deve-se comungar de joelhos ou de pé?

Em 1º de julho de 2002 a Sagrada Congregação do Culto Divino e Disciplina dos Sacramentos, da Santa Sé, através do Protocolo nº 1322/02/L, confirmou que as pessoas que desejarem podem receber a Comunhão de joelhos. Eis a parte mais importante do documento: “Esta Congregação está realmente preocupada com o … Continue Lendo

Falar com o outro é em primeiro lugar, ouvir

Os homens precisam falar. Sua alma, transbordante de angústia, de tédio ou de alegria, procura desesperadamente exprimir-se. As palavras são veículos da alma e permitem aos homens comungar uns com os outros. Os “caladões” Muitas vezes sofrem intensamente por não poder exprimir-se. A timidez, o temor de não serem compreendidos, … Continue Lendo