Seguir Cristo é dar a vida para salvar almas, afirma o Papa Francisco

Segundo o ACI (06/12/2018), o Papa Francisco encorajou a Ordem de Nossa Senhora das Mercês em sua vocação e missão, na Sala Clementina do Vaticano, dizendo-lhes que “seguir Cristo é dar a vida para salvar almas”.

Por ocasião do Jubileu do oitavo centenário de fundação da Ordem, o Santo Padre assegurou que este é “um tempo de graça em que vocês tiveram a oportunidade de experimentar o amor misericordioso de Deus no caminho percorrido, examinar o presente e estabelecer diretrizes a fim de prosseguir com espírito renovado”.

O Papa recordou que “seguir Cristo é dar vida para salvar almas” e acrescentou que “todos sabemos a importância do seguimento de Cristo, porém, às vezes, ao invés de segui-lo, planejamos a nossa vida como se fosse Ele a ter de nos seguir”.

Neste sentido, o Papa advertiu que são difíceis os “caprichos dos religiosos”, que são uma tentação e reiterou que “seguir Jesus não é uma questão de metodologia”, mas de “deixar que Ele nos preceda e marque o ritmo de nossa caminhada pessoal e comunitária”.

Sobre o carisma mercedário, o Santo Padre afirmou que “é atual e é chamado a deixar-se interpelar pelos novos campos de ação e ‘serviço redentor’, como a promoção da dignidade da pessoa humana, a prevenção de escravidões físicas ou espirituais, o acompanhamento e reinserção dos vulneráveis de nossa sociedade”.

Por este motivo, o Papa encorajou a família mercedária, consagrados e leigos, a deixar-se inspirar pela “criatividade de Deus”, mesmo quando isso significa romper os próprios esquemas que, com o tempo, foram acrescentados ao carisma fundacional.

“Aquele que segue Cristo, o faz entregando a vida; não é um seguimento parcial”, assinalou o Santo Padre e recordou o jovem rico do Evangelho que “quis seguir parcialmente e não conseguiu”. Por isso, exortou a “confiar no Senhor”, que significa “nos entregarmos a Ele sem reservas. Não somente doando o que é material e o supérfluo, mas os nossos gostos e opiniões”.

“A entrega da própria vida não é algo opcional, mas a consequência de um coração que foi tocado pelo amor de Deus”, sublinhou.

Por outro lado, o Papa destacou que os membros da Ordem de Nossa Senhora das Mercês “são chamados a sair para salvar os cristãos que correm o risco de perder a fé, que são privados de sua dignidade como pessoas e envolvidos em princípios e sistemas opostos ao Evangelho”.

Nesse sentido, o Santo Padre assegurou que “hoje, como em outras épocas da história, o cristão é ameaçado por esses três inimigos: o mundo, o demônio e a carne. Esses perigos são às vezes camuflados e não os reconhecemos, porém, suas consequências são evidentes, adormecem a consciência e provocam uma paralisia espiritual que leva à morte interior”, por isso, acrescentou que “nós também devemos estar atentos a não cair nesse estado de falta de vitalidade espiritual”.

O Papa também convidou os membros desta Ordem redentora a “experimentar primeiramente em si mesmos a redenção de Cristo para ajudar os seus irmãos a descobrir o Deus que salva. ‘Redimidos para redimir’, uma boa definição da sua vida e vocação”, assegurou.

Ao finalizar, o Santo Padre os encorajou a “ir adiante como portadores da redenção do Senhor aos encarcerados, refugiados e migrantes, aos que caem nas redes do tráfico de pessoas, aos adultos vulneráveis e às crianças órfãs e exploradas. Levem a todos os descartados pela sociedade a ternura e a misericórdia de Deus”.

Fonte: https://www.acidigital.com/noticias/seguir-cristo-e-dar-a-vida-para-salvar-almas-afirma-o-papa-francisco-21210

Be Sociable, Share!

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.