Santo Afonso de Ligório e a Oração

capaConheça aqui 20 ensinamentos de Santo Afonso de Ligório que lhe ajudarão a se aproximar mais de Deus

1. Eu desejaria que todos os pregadores nada recomendassem tanto aos seus ouvintes como a oração.

2. Devemos rezar para saber o que Deus quer de nós e lhe pedir sua ajuda para cumprir a sua vontade.

3. Quem deixa a oração por causa do estudo não busca a Deus, mas a si mesmo.

4. A prece humilde consegue tudo de Deus.

5. Para vencermos as tentações temos necessidade absoluta da ajuda de Deus.

6. Quem não reza, é impossível que se salve. Não podemos alcançar a salvação sem o auxílio da graça de Deus.

7. No momento em que deixarmos de nos recomendar a Deus, o demônio nos vencerá.

8. O Senhor quer nos dar suas graças, mas quer que a peçamos; quer até mesmo ser importunado e como que constrangido com nossas orações.

9. Quando recorremos a Deus, tenhamos plena confiança de que Deus nos atenderá e alcançaremos aquilo que queremos.

10. É preciso que na oração mental nos preparemos para sofrer as contrariedades que nos possam sobrevir.qual_a_importancia_da_oracao

11. Na caminhada para Deus quem não avança, sempre retrocede arrastado pela correnteza de nossa natureza corrompida.

12. O que mais me causa dor é ver que os pregadores e confessores tão pouco se lembram de recomendar a oração a seus ouvintes e penitentes.

13. De que servem as pregações, as meditações e todos os outros meios aconselhados pelos mestres da vida espiritual, se faltar a oração, quando é certo que o Senhor diz “não conceder suas graças, senão a quem pedir ?” (Mt 7,7).

Leia também: O poder da Oração

10 Ensinamentos de Santo Afonso de Ligório, fundador dos Redentoristas

5 maneiras de reativar sua vida de oração

Defeitos a se evitar na oração

A importância da oração

14. Deus sabe como a oração é útil para conservar a humildade e para exercer a confiança.

15. Ninguém pode resistir às tentações impuras da carne, se não se recomenda a Deus no momento da tentação. (Santo Afonso)

16. Saber viver é saber rezar.ensinamentos_dos_santos2

17. Este é e será o maior desespero no inferno: o poder ter alcançado a salvação com facilidade, pedindo as graças necessárias. E agora esses miseráveis não têm mais tempo de rezar.

18. São tão preciosas as nossas orações que Deus destinou os Anjos para lhe apresentarem imediatamente as que estamos fazendo.

19. A oração aplaca a justiça de Deus, porquanto Deus perdoa logo a quem com humildade lhe pede.

20. Sendo contínuas as tentações e os perigos de perdermos a amizade de Deus, contínuas também devem ser as nossas orações.

Be Sociable, Share!

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.