Quando e como desmontar o presépio de Natal?

Ao terminar o tempo do Natal, marcado pela Festa do Batismo do Senhor, que neste ano se celebra no próximo domingo, 9 de janeiro, muitos católicos costumam organizar reuniões familiares para desmontar os presépios.

Assim como há um tempo para montar o presépio, que varia segundo os costumes locais ou familiares e costuma ser a partir da festa da Imaculada Conceição de Maria, em 8 de dezembro, até 24 de dezembro, também há um período no qual as famílias costumam desmontá-lo e guardar as imagens até o próximo Natal.

O tempo para desmontar o presépio costuma ser na festa do Batismo do Senhor, na festa da Purificação de Maria ou na festa da Apresentação do Menino Jesus no Templo em 2 de fevereiro.

Desmontar o presépio é um ato que deve ser feito com respeito e devoção, em especial às figuras mais importantes que são o Menino Jesus, a Virgem Maria e são José.

Leia também: Quem idealizou o Presépio?

Como surgiu o primeiro presépio da História?

Símbolos do Natal

Mais do que uma decoração, o presépio é uma expressão plástica da fé na Encarnação do Verbo, pela qual veio a salvação.

As figuras do presépio, sobretudo se representam a Sagrada Família, são dignas de veneração e respeito pelo que representam e os pais devem ensinar aos filhos que não são brinquedos.

Além da Sagrada Família, as outras figuras como os anjos, os magos, os pastores e até os animais têm um significado especial que vale a pena ensinar às crianças da casa.

Os anjos estão presentes porque foram eles que cantaram o ‘Gloria in excelsis’ na primeira véspera de Natal e anunciaram a grande notícia aos pastores. Os pastores são representados com seus rebanhos que vão adorar o Menino, e os Reis Magos, sábios não-judeus que reconhecem a grandeza do Salvador, são representados com seus animais de viagem e suas comitivas. Anjos, pastores e magos são citados nos Evangelhos.

Assista também: Por que montamos o presépio para o Natal?

Os animais também não são colocados ao acaso, mas mostram que o Deus Menino veio para restaurar todas as coisas, inclusive a harmonia original da Criação.

É por isso que as famílias católicas costumam chamar o padre para “abençoar” os seus presépios, pelo menos o Menino Jesus.

Por isso, ao escolher o dia mais adequado para desmontar o presépio, lembre-se de preparar os membros da família para que participem, para que tenham a atitude adequada e, sobretudo, compreendam o significado deste momento importante.

Fonte: https://www.acidigital.com/noticias/quando-e-como-desmontar-o-presepio-de-natal-85990

Be Sociable, Share!

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.