Qual pode ser a pior tentação do diabo na Quaresma?

No tempo da Quaresma, os quarenta dias de preparação para viver a Semana Santa, os fiéis católicos podem enfrentar uma tentação grave: desafiar Deus.

Em declarações à EWTN Notícias, Pe. Samuel Bonilla, sacerdote conhecido nas redes sociais e no YouTube como “Padre Sam”, advertiu que “desde sempre” existe a tentação “de querer desafiar Deus”.

Recordou que essa tentação foi “a que o inimigo coloco para Jesus quando estava no deserto: ‘Se você é o Filho de Deus’. Mas essa tentação agora está com outro tipo de linguagem: ‘Se você é católico, se você é cristão, se você vai à igreja, então, por que permite isso? Se Deus é poderoso, por que ele permite isso?”.

“Essa tentação de desafiar Deus, acho que sempre estará presente ao longo de toda a história”.

Segundo Pe. Sam, o próprio Jesus nos ensina a resposta para esta tentação no Evangelho. “Não com a nossa inteligência. Não só com nossas capacidades. Mas com a Palavra de Deus”.

“Não se dialoga com a tentação, responde-se com a Palavra de Deus”, sublinhou.

Pe. Sam também destacou a importância dos “três pilares” da Quaresma: o jejum, a oração e a esmola.

“Estas três ações que a Igreja sempre nos recomendou é a melhor maneira de viver a Quaresma”, que é “um tempo de preparação, um tempo de arrependimento”, assinalou.

Fonte: https://www.acidigital.com/noticias/qual-pode-ser-a-pior-tentacao-do-diabo-na-quaresma-32671

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.