Por que São José foi escolhido como: Padroeiro da Igreja?

As razões pelas quais o bem-aventurado José deve ser tido como Padroeiro especial da Igreja e esta, por sua vez muito espera de seu amparo e patrocínio, originam-se principalmente do fato de ser ele esposo de Maria e pai adotivo de Jesus Cristo.

Leia também: O culto a São José

São José Operário, modelo de vida para o trabalhador

Oração dos trabalhadores a São José

São José: Guarda fiel e providente

Curiosidades sobre São José

Súplicas a São José

Daí derivou toda a sua grandeza, graça, santidade e glória. É certo que a dignidade de Mãe de Deus se eleva tão alto, que nada existe de mais sublime. Mas, porque entre a bem-aventurada Virgem e José estreitou-se o laço conjugal, não é possível duvidar que da altíssima dignidade, pela qual a Mãe de Deus é imensamente superior a todas as criaturas, ele se aproximou mais que qualquer outro. Pois o conúbio é a máxima sociedade e amizade, ao qual se une à comunhão dos bens. Por essa razão, se Deus deu a Virgem, como esposo, José, Ele o deu, não só para companheiro de vida, testemunha da virgindade e tutor da honestidade, mas também para que participasse, por meio do vínculo conjugal, de sua excelsa grandeza.

Assista também: São José, patrono oficial da Igreja

Ouça também: A Festa de São José Operário

Assim, ele sobressai entre todos pela augustíssima dignidade, porque foi, por divina disposição, Custódio, e aos olhos dos homens, Pai do Filho de Deus. Donde se seguia que o Verbo de Deus modestamente se sujeitava a José, obedecia-lhe, prestava-lhe a honra e reverência devidas pelos filhos a seus pais.

Papa Leão XIII – Encíclica “Quamquam Pluries”

Retirado do livro: “O Glorioso São José”. Prof. Felipe Aquino. Ed. Cléofas.

Be Sociable, Share!

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.