Papa pede que se reze o terço e olhe para a Virgem, “sinal de consolação e esperança certa”

Papa Francisco. Foto: Daniel Ibáñez / ACI Prensa

De acordo com o site ACI, o Papa Francisco convidou a rezar o terço pela unidade e a paz e a elevar o olhar para a Virgem, “sinal de consolação e de esperança certa”.

Assim indicou o Santo Padre através de sua conta oficial do Twitter @Pontifex_pt, ao recordar a iniciativa promovida pela Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre (ACN), intitulada “Um milhão de crianças rezam o terço”, que acontece desde em 18 e 19 de outubro.

Por isso, o Papa incentivou no domingo a rezar “com confiança o Terço todos os dias”, porque “é uma arma que nos protege dos males e das tentações”.

Assim, o Santo Padre pediu que se reze o terço “como fazem hoje em todo o mundo um milhão de crianças que rezam pela unidade e pela paz” e acrescentou que a Virgem Maria é “sinal de consolação e de esperança certa”.

Anteriormente, o Papa Francisco disse no último dia 7 de outubro, dia em que a Igreja celebra Nossa Senhora do Rosário, que “também hoje, neste tempo de pandemia , é necessário ter o Terço em nossas mãos, rezá-lo por nós, pelos nossos entes queridos e por todas as pessoas”.

Publicado originalmente em ACI Prensa. Traduzido e adaptado por Natalia Zimbrão.

Fonte: https://www.acidigital.com/noticias/papa-pede-que-se-reze-o-terco-e-olhe-para-a-virgem-sinal-de-consolacao-e-esperanca-certa-92145

Be Sociable, Share!

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.