Papa Francisco: Tua fé é efêmera ou dá frutos e faz crescer a esperança em Deus?

.PapaFranciscoSantaMartaLOR200516 (1)Segundo o site ACI Digital (10/11/2016), durante a homilia da Missa celebrada na Casa Santa Marta, o Papa Francisco advertiu contra a tentação de transformar a religião em um espetáculo de “fogos de artifício” que são efêmeros e acabam e pediu que se cultive a esperança para que o Reino de Deus cresça.

“Se o Reino de Deus está no meio de nós, se todos nós temos esta semente dentro, temos o Espírito Santo ali, como eu cuido dele? Como discirno, como posso discernir a planta boa do grão da intriga? O Reino de Deus cresce e o que nós devemos fazer?”.

“Interroguemo-nos sobre a nossa esperança nesta semente que está crescendo em nós – convidou o Pontífice –, e sobre como protegemos a nossa esperança. Perguntemos a nós mesmos: ‘Eu tenho esperança? Ou vou avante como posso e não sei discernir o bom do mal, o grão da intriga, a luz, a mansa luz do Espírito Santo da luminosidade artificial?”.

Por outro lado, Francisco assegurou: “O Reino de Deus está no meio de nós, mas nós devemos com o repouso, com o trabalho, com o discernimento, proteger a esperança deste Reino de Deus que cresce, até o momento em que virá o Senhor e tudo será transformado. Num instante: tudo! O mundo, nós, tudo. E como diz Paulo aos cristãos de Tessalônica, naquele momento permaneceremos todos com Ele”.

“O Reino de Deus não é uma religião do espetáculo, que sempre procura coisas novas, revelações, mensagens… Deus falou em Jesus Cristo: esta é a última Palavra de Deus. As outras são como fogos de artifício que te iluminam por um instante e depois, o que fica? Nada”.

Nessa atitude ante a religião “não há crescimento, não há luz, não há nada: um instante. Muitas vezes, somos tentados por esta religião do espetáculo, tentados a procurar coisas estranhas à revelação, à mansidão do Reino de Deus que está no meio de nós e cresce”.

Esse espetáculo não é fruto da esperança colocada no Reino de Deus, mas é consequência da “vontade de possuir algo em mãos”, disse. Mas, “a nossa salvação se dá na esperança, a esperança que tem o homem que semeia o grão ou a mulher que prepara o pão, misturando fermento e farinha: a esperança que ela cresça.

Ao contrário, “esta luminosidade artificial se concentra em um momento e depois acaba, como os fogos de artifício. Não são suficientes para iluminar uma casa; é um espetáculo”.

Para evitar cair nessa tentação, o Bispo de Roma sugere cuidar com paciência “da semente que plantamos, vigiar a planta e evitar que não tenha uma erva daninha perto dela, para que a planta cresça. Ou seja, cuidar da esperança, porque na esperança fomos salvos. A esperança é o elo da história da salvação. A esperança de encontrar o Senhor definitivamente”.

Evangelho comentado pelo Papa:

Lucas 17,20-25

“E, interrogado pelos fariseus sobre quando havia de vir o reino de Deus, respondeu-lhes e disse: O reino de Deus não vem com aparência exterior.

Nem dirão: Ei-lo aqui, ou: Ei-lo ali; porque eis que o reino de Deus está entre vós.

E disse aos discípulos: Dias virão em que desejareis ver um dos dias do Filho do homem, e não o vereis.

E dir-vos-ão: Ei-lo aqui, ou: Ei-lo ali. Não vades, nem os sigais;

Porque, como o relâmpago ilumina desde uma extremidade inferior do céu até à outra extremidade, assim será também o Filho do homem no seu dia.

Mas primeiro convém que ele padeça muito, e seja reprovado por esta geração”.

Fonte: http://www.acidigital.com/noticias/papa-francisco-tua-fe-e-efemera-ou-da-frutos-e-faz-crescer-a-esperanca-em-deus-85596/

Be Sociable, Share!

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.