Papa Francisco: Não podemos ser bons cristãos se não permanecemos em Jesus

Segundo o ACI Digital (02/05/2021), ao dirigir a oração do Regina Coeli neste quinto Domingo de Páscoa diante de vários fiéis reunidos na Praça de São Pedro, o Papa Francisco destacou a importância de que os cristãos permaneçam perto de Jesus porque “com Ele tudo podemos”.

Ao refletir sobre a passagem do Evangelho de São João que descreve as palavras do Senhor que se apresenta “como a videira verdadeira e fala de nós como os ramos que não podem viver sem permanecer unidos a Ele”, o Santo Padre destacou que no relato o verbo “permanecer” foi repetido em sete ocasiões e recordou que “não há videira sem ramos e vice-versa. Os ramos não são autossuficientes, mas dependem totalmente da videira, que é a fonte de sua existência”.

“Em primeiro lugar, precisamos Dele. O Senhor quer nos dizer que antes da observância dos seus mandamentos, antes das bem-aventuranças, antes das obras de misericórdia, é necessário estar unido a Ele, permanecer Nele. Não podemos ser bons cristãos se não permanecermos em Jesus. E, por outro lado, com Ele tudo podemos”, advertiu.

Diante disso, o Papa descreveu que “esta permanência não é uma permanência passiva, um ‘adormentar-se’ no Senhor, deixando-se acomodar pela vida”, mas que “o permanecer Nele que Jesus nos propõe é um permanecer ativo, e também recíproco”.

Nesta linha, o Santo Padre indicou que Jesus “precisa de nós” para que demos testemunho da vida cristã, anunciando “a boa nova do Reino com palavras e obras”, porque “o fruto que deve ser dado é o amor”.

“O fruto que nós, como ramos, devemos dar é o testemunho de nossa vida cristã. Depois que Jesus subiu ao Pai, é tarefa dos discípulos, é nossa tarefa continuar anunciando ao mundo a boa nova do Reino com palavras e obras. E o fazem dando testemunho de seu amor: o fruto a ser dado é o amor”, explicou o Papa.

Por isso, o Santo Padre exortou a permanecer “unidos a Cristo” para receber “os dons do Espírito Santo, e assim podermos fazer o bem ao próximo, fazer o bem à sociedade, à Igreja”, pois “dos frutos se reconhece a árvore ”e “uma vida verdadeiramente cristã dá testemunho de Cristo”.

Nesse sentido, o Papa Francisco destacou que “a fecundidade da nossa vida depende da oração” para “pedir para pensar como Ele, agir como Ele, ver o mundo e as coisas com os olhos de Jesus” para amar os nossos irmãos e irmãs “como Ele fez, e amá-los com o seu coração e levar ao mundo frutos de bondade, frutos de caridade, frutos de paz”.

“Confiemo-nos à intercessão da Virgem Maria. Ela sempre permaneceu totalmente unida a Jesus e deu muitos frutos. Que ela nos ajude a permanecer em Cristo, em seu amor, em sua palavra, para testemunhar o Senhor Ressuscitado no mundo”, concluiu o Santo Padre.

Fonte: https://www.acidigital.com/noticias/papa-francisco-nao-podemos-ser-bons-cristaos-se-nao-permanecemos-em-jesus-27573

Be Sociable, Share!

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.