Papa Francisco em mensagem aos enfermos: Não tenhamos medo ao sofrimento

*O Papa Francisco. Foto: Daniel Ibáñez / ACI Prensa

Segundo ACI (17/09/2020),em mensagem enviada nesta quinta-feira, 17, aos sacerdotes da região da Lombardia, o Santo Padre os exortou a não temer o sofrimento e expressou o desejo que o tempo de confinamento provocado pela pandemia de covid-19 sirva de ocasião para a purificação e santificação dos padres desta região fortemente afetada pelo novo coronavírus.

Na sua missiva, dirigida aos participantes da Jornada dos Sacerdotes Idosos e Doentes da região da Lombardia que se realiza no Santuário de Nossa Senhora de Caravaggio , Itália, o Pontífice convidou a que este período “nos sirva para desfrutar da beleza do encontro com o outro”, e também para tratar um outro tipo de vírus: “o vírus da autossuficiência”.

Destacou que o confinamento devido à pandemia, com restrições de espaço, impossibilidade de visitar amigos e familiares, ou o medo do contágio, “com a graça de Deus, pode ser uma experiência de purificação. Também para nossa vida sacerdotal, a fragilidade pode ser ‘como o fogo do fundidor e como a lixívia dos lavadeiros’ (Mal 3,2) que, elevando-nos a Deus, nos aperfeiçoa e nos santifica”.

“Não tenhamos medo de sofrer: o Senhor carrega a Cruz conosco!”.

Da mesma forma, o Papa Francisco dirigiu-se aos sacerdotes idosos e enfermos que participam da Jornada e lembrou-lhes que “vocês são sacerdotes que, na oração, na escuta, na oferta de sofrimento, realizam um ministério que não é secundário em suas Igrejas”.

Fonte:https://www.acidigital.com/noticias/papa-francisco-em-mensagem-aos-enfermos-nao-tenhamos-medo-ao-sofrimento-28846

Be Sociable, Share!

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.