Papa Francisco concede Rosa de Ouro ao Santuário Nacional de Aparecida

Segundo o ACI (09/10/2017), o Papa Francisco concedeu uma Rosa de Ouro ao Santuário Nacional de Aparecida por ocasião dos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida no Rio Paraíba do Sul.

A Rosa será entregue ao Arcebispo de Aparecida, Dom Orlando Brandes, nesta segunda-feira, 9 de outubro, durante a novena solene, às 19h, pelo representante do Santo Padre, Cardeal Giovanni Battista Re, prefeito emérito da Congregação para os Bispos e presidente emérito da Pontifícia Comissão para a América Latina.

“Agradecemos ao Papa Francisco o envio da Rosa de Ouro, em comemoração aos 300 anos do encontro da imagem da Mãe Aparecida no rio Paraíba do Sul. Obrigado, Santo Padre, por mais esta demonstração de amor, devoção e carinho para com Nossa Senhora Aparecida”, expressou Dom Orlando Brandes em uma carta.

Na missiva, o Prelado recordou que esta é a terceira Rosa de Ouro recebida pelo Santuário Nacional e a quarta concedida ao Brasil.

O Arcebispo explicou que o Papa Leão IX iniciou o costume de entregar uma Rosa de Ouro “para louvar e distinguir personalidades, santuários, cidades ou países”.

“É uma homenagem, uma honraria, um presente que os Papas costumam enviar para registrar a importância de fatos históricos, de acontecimentos marcantes, de gestos significativos em relação a personalidades”.

A primeira Rosa de Ouro recebida pelo Brasil foi concedida em 1888 pelo Papa Leão XIII à Princesa Isabel, como reconhecimento por ter assinado a Lei Áurea, por meio da qual aboliu a escravidão.

Por sua vez, o Santuário Nacional recebeu sua primeira Rosa de Ouro em 1967, concedida pelo Papa Paulo VI, em virtude do Jubileu de 250 anos do encontro da imagem. Em sua carta, Dom Orlando recordou as palavras do Pontífice por esta ocasião.

“Esta flor é expressão de afeto por este grande povo que nasceu sob o signo da Cruz e para seu progresso espiritual e material e símbolo do grande amor que o Papa consagra ao Brasil e ao Santuário de Aparecida”, escreveu Paulo VI.

A segunda Rosa foi concedida pelo Papa Bento XVI, em 2007, quando visitou Aparecida, onde abriu a V Conferência Geral do Episcopado Latino-americano e do Caribe. O hoje Papa emérito desejou, na ocasião, que “perseveremos na escola de Maria a fim de que sejamos discípulos missionários a serviço da vida”.

Agora, ao receber a terceira Rosa de Ouro, Dom Orlando expressou em um vídeo publicado pelo Santuário que, com isso, “o Papa diz: ‘amo com afeto, amo com grande amor o Santuário de Aparecida e o povo brasileiro”, além de demonstrar a “admiração por nossa igreja”.

“Vamos também com essa Rosa fazer do nosso Brasil um grande jardim, já que a Rosa é de ouro, a Palavra de Deus é ouro e que nós tenhamos também um coração de ouro. O nosso tesouro é a nossa fé”, acrescentou.

Fonte: http://www.acidigital.com/noticias/papa-francisco-concede-rosa-de-ouro-ao-santuario-nacional-de-aparecida-76923/

Be Sociable, Share!

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.