Papa Francisco alerta sobre “guerra fria” nas famílias e incentiva a viver o perdão

Segundo o ACI Digital (07/06/2024), o papa Francisco alertou sobre a “guerra fria” nas famílias e encorajou-as a viver a paz e o perdão. Ele se aprofundou no assunto durante uma visita a um condomínio na quinta-feira (6) na zona oeste de Roma, no contexto da iniciativa “Escola de Oração”.

“Defendamos a família, que é oxigênio para criar os filhos, embora também haja tempestades dentro dela”, disse o papa durante encontro com cerca de 30 famílias da paróquia de Santa Brígida da Suécia, no bairro romano de Palmarola. Francisco disse que não se deve desanimar embora possam surgir “tempestades” dentro da família.

“Se os pais brigam, é normal, mas devem fazer as pazes antes do fim do dia, porque a guerra fria do dia seguinte é terrível”, alertou o papa Francisco.

No encontro, do qual participou acompanhado pelo pró-prefeito do Dicastério para a Evangelização, dom Rino Fisichella, o papa falou e respondeu a perguntas de pais, idosos, crianças e jovens.

Francisco encorajou os jovens presentes a dar testemunho da fé e lembrou que eles “têm a responsabilidade de levar a história adiante”.

“Uma das coisas bonitas dos jovens é que se levantam. Todos caímos na vida, mas o importante é não ficar no chão quando escorregarmos”, disse.

O papa disse que “a Igreja começa a se formar na comunidade e que uma paróquia onde as crianças não são ouvidas e os mais velhos são esquecidos não é uma verdadeira comunidade cristã”.

“Não se esqueçam, os idosos são a memória e as crianças a promessa”, disse o papa.

Respondendo a um pai e uma mãe sobre como manter a fé dos filhos, o papa Francisco destacou a importância dos pais se amarem, porque “as crianças precisam sentir que a mamãe e o papai se amam. Se precisam brigar, não o façam na frente dos filhos”.

O papa destacou a importância de falar com os filhos. “Nunca deixem de falar com eles. A educação é feita com diálogo”. Também disse para “nunca deixá-los sozinhos” e falou sobre a importância de fazer os filhos entenderem “que podem falar de tudo” com eles.

Antes de partir, o papa Francisco entregou alguns terços e uma imagem de Nossa Senhora com o Menino Jesus.

O que é a Escola de Oração?

Esse foi o terceiro evento do papa com a “Escola de Oração”, uma iniciativa promovida pela Santa Sé no âmbito do Ano de Oração e em preparação para o Jubileu 2025.

Através desse projeto, o papa Francisco fará diferentes encontros com vários grupos de pessoas para rezar juntos.

Segundo dom Fisichella disse à ACI Prensa, agência em espanhol do grupo ACI, em janeiro, esses encontros de oração “vão depender dos compromissos do papa Francisco e possivelmente incluirão pessoas e famílias da diocese de Roma”.

Fonte: https://www.acidigital.com/noticia/58210/papa-francisco-alerta-sobre-guerra-fria-nas-familias-e-incentiva-a-viver-o-perdao

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.