Papa diz que ecumenismo não depende de diplomacia mas da graça de Deus

Segundo o ACI (25/06/2021), o papa Francisco afirmou à delegação da Federação Luterana Mundial que o ecumenismo não é um exercício de diplomacia, mas uma busca pela “unidade reconciliada nas diferenças”. Durante o encontro na sexta-feira, 25 de junho, o papa exortou “todos aqueles que estão comprometidos com o diálogo católico-luterano” a prosseguirem, “com confiança na oração incessante”, a busca por uma maior unidade.

O Pontífice recordou com os presentes algumas passagens de sua visita a Lund, cidade onde a Federação foi fundada, no marco de sua viagem apostólica à Suécia, em 2016.

“Naquela inesquecível etapa ecumênica, experimentamos a força evangélica da reconciliação, atestando que “através do diálogo e do testemunho compartilhado não somos mais estranhos”, mas irmãos, disse o papa. “Tudo o que a graça de Deus nos dá a alegria de experimentar e partilhar, a superação crescente das divisões, a cura progressiva da memória, a colaboração reconciliada e fraterna entre nós, encontra o seu fundamento precisamente no único batismo para os remissão de pecados”.

Para Francisco, o ecumenismo “não se baseia em mediações e acordos humanos, mas na graça de Deus, que purifica a memória e o coração, supera as rigidezes e se dirige para uma comunhão renovada”.

“Hoje, também nós, assim como Cristo, vivemos uma espécie de paixão”, disse o papa ao nigeriano Panti FIlibus Musa, presidente da federação luterana mundial. “Por um lado, sofremos porque ainda não é possível reunir-nos em torno do mesmo altar; por outro, vemos o ardor pelo serviço à causa da unidade, pela qual o senhor orou e ofereceu a sua vida”.

Fonte: https://www.acidigital.com/noticias/papa-diz-que-ecumenismo-nao-depende-de-diplomacia-mas-da-graca-de-deus-29426

Be Sociable, Share!

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.