Papa chama a redescobrir a sacralidade da terra: “Também é a casa de Deus”

Segundo o site ACI, o Papa Francisco fez um chamado para “redescobrir o sentido do respeito sagrado pela terra, porque não é apenas a nossa casa, mas também a casa de Deus”.

O Santo Padre se expressou assim durante a Audiência Geral desta quarta-feira, 22 de abril, na Biblioteca do Palácio Apostólico do Vaticano, na qual pronunciou uma catequese especial no contexto do Dia Mundial da Terra.

Para o Pontífice, a partir dessa concepção da terra como “casa de Deus”, conclui-se “em nós a consciência de estar em uma terra sagrada”.

Por ocasião deste Dia Mundial, o Papa nos encorajou a aproveitar a oportunidade para “renovar o nosso compromisso de amar a nossa Casa comum e cuidar dela e dos membros mais frágeis de nossa família”.

“Como a trágica pandemia de coronavírus está nos mostrando, somente juntos e ajudando os mais frágeis podemos vencer os desafios globais”, afirmou.

Explicou que “vivemos na Casa comum como uma única família humana e na biodiversidade com as outras criaturas de Deus. Como imagem de Deus, somos chamados a cuidar e respeitar todas as criaturas e nutrir amor e compaixão por nossos irmãos e irmãs, especialmente os mais frágeis, imitando o amor de Deus por nós, manifestado em seu Filho Jesus”.

Do mesmo modo, lamentou que “por causa do egoísmo, falhamos em nossa responsabilidade como guardiões e administradores da terra”.

Denunciou que “nós a poluímos e depredamos, colocando em risco nossa própria vida. Por isso, vários movimentos internacionais e locais foram formados para despertar as consciências. Agradeço sinceramente essas iniciativas e ainda será necessário que os nossos filhos saiam às ruas para nos ensinar o que é óbvio, ou seja, que não há futuro para nós se destruirmos o ambiente que nos sustenta”.

“Falhamos em proteger a terra, nossa casa-jardim, e em proteger os nossos irmãos. Pecamos contra a terra, contra o nosso próximo e contra o Criador, o Pai bom que provê a todos e quer que vivamos juntos em comunhão e prosperidade”.

Nesse sentido, o Papa Francisco se perguntou: “Como podemos restabelecer uma relação harmoniosa com a terra e o resto da humanidade? Precisamos de uma nova maneira de olhar a nossa Casa comum. Ela não é um depósito de recursos a serem explorados. Para nós, fiéis, o mundo natural é o ‘Evangelho da Criação’”.

Esse Evangelho da criação ao qual o Papa se referiu “expressa o poder criativo de Deus em plasmar a vida humana e em fazer o mundo existir junto com o que ele contém para sustentar a humanidade”.

Reforçou que “precisamos de uma conversão ecológica expressa em ações concretas. Como uma família única e interdependente, precisamos de um plano compartilhado para afastar as ameaças contra nossa Casa comum”.

Por fim, enfatizou que “somos conscientes da importância de colaborar como comunidade internacional para a proteção de nossa Casa comum”.

Publicado originalmente em ACI Prensa. Traduzido e adaptado por Nathália Queiroz.

Fonte: https://www.acidigital.com/noticias/papa-chama-a-redescobrir-a-sacralidade-da-terra-tambem-e-a-casa-de-deus-73325

Be Sociable, Share!

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.