Os doze graus das virtudes segundo são Tomé

Hoje (3) é celebrado são Tomé apóstolo, a quem Cristo apareceu e encarregou de evangelizar a Índia. Certa vez, Jesus enviou um relâmpago milagroso aos doentes e o santo aproveitou para comunicar os doze graus das virtudes.

A história é narrada na Legenda Áurea, livro sobre a história dos santos escrito no século XIII, pelo arcebispo de Gênova Jacopo de Varazze.

Um dia, são Tomé reuniu muitos pobres e colocou os doentes num lugar especial. Ele então orou por eles e, quando seus seguidores disseram “Amém”, um relâmpago luminoso brilhou nos céus por cerca de meia hora.

Todos se prostraram no chão, acreditando que tinham morrido, mas o apóstolo, permanecendo de pé, disse-lhes: “Levantem-se. O Senhor, na forma de uma faísca, veio em seu auxílio e os curou”.

Os doentes se levantaram e verificaram que estavam saudáveis, então começaram a dar glória a Deus e ao seu enviado.

Depois, são Tomé deu-lhes uma catequese sobre os doze graus na escala das virtudes.

Ele disse que o primeiro grau “consiste em acreditar que Deus existe e que é uno em essência e trino em pessoas”. Para que esse mistério se tornasse mais compreensível para eles, o santo deu-lhes vários exemplos, como o fato de uma cepa de videira ser constituída por três partes: ramos, folhas e frutos.

O segundo grau de virtude, disse, é receber o batismo. Ele então falou sobre abster-se da fornicação, não se deixar levar pela avareza e frear a gula como terceiro, quarto e quinto graus, respectivamente.

O sexto grau é fazer penitência. Depois vem perseverar em boas obras como sétimo e praticar a hospitalidade como oitavo.

São Tomé disse que o nono grau é “procurar fazer em tudo a vontade de Deus”. Enquanto o décimo é “evitar tudo o que Deus não quer que seja feito”.

Os dois últimos são “fazer caridade tanto com os amigos quanto com os inimigos” e “zelar vigilantemente para respeitar esses graus”.

Ao final de sua reflexão, o apóstolo de Cristo batizou cerca de 9 mil pessoas, sem contar mulheres e crianças.

Fonte: https://www.acidigital.com/noticia/55533/os-doze-graus-das-virtudes-segundo-sao-tome

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.