O que há em comum entre Nossa Senhora Aparecida e o uniforme azul da seleção brasileira?

Segundo o ACI (07/06/2018), embora o uniforme mais conhecido da seleção brasileira de futebol seja o da camisa amarela, o “manto canarinho”, não foi este o primeiro vencedor de uma Copa do Mundo, e sim o número 2, da camisa azul; uma história que tem estreita ligação com a Padroeira do Brasil.

Até a Copa de 1950, quando o Brasil perdeu a final para o Uruguai em pleno Maracanã, o uniforme da seleção era com camisas brancas, o qual logo foi abandonado após aquela derrota.

Então, em 1953, o jornal carioca Correio da Manhã decidiu fazer um concurso para escolher o novo uniforme da seleção, sendo o vencedor o modelo desenhado por Aldyr Garcia Schlle, a camisa amarelo ouro com detalhes verde, calções azuis e meias brancas.

Este uniforme vinha sendo usado até a final da Copa do Mundo de 1958, na Suécia. A seleção brasileira de futebol seguia em uma boa campanha no Mundial, com muitos craques no time, entre os quais Pelé.

Assim, chegou à sua segunda final em uma Copa do Mundo, justamente contra os donos da casa, os suecos, que também usavam uma camisa amarela como uniforme.

Após um sorteio, ficou decidido que a seleção da Suécia jogaria com a camisa amarela e caberia ao Brasil entrar em campo com um uniforme número 2. Mas, sem um uniforme reserva na mala, a solução foi recorrer ao improviso.

Às pressas, a comissão técnica teve que comprar um lote de camisas azuis em Estocolmo e passar a noite costurando os números e os escudos nas camisas.

Havia ainda outro problema, o receio de jogar sem a “amarelinha” e reviver aquela derrota de 1950. Diante disso, entrou em ação a fé do chefe da delegação brasileira, Paulo Machado de Carvalho.

Aos jogadores, ele disse que não precisavam se preocupar, pois iriam jogar de azul, a cor do manto de Nossa Senhora Aparecida.

Assim, a seleção brasileira entrou em campo com a camisa azul e venceu a Suécia por 5 a 2, conquistando pela primeira vez o título de campeã da Copa do Mundo, com as bênçãos da Mãe Aparecida.

Fonte: https://www.acidigital.com/noticias/o-que-ha-em-comum-entre-nossa-senhora-aparecida-e-o-uniforme-azul-da-selecao-brasileira-44308

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.