O que é a febre de alma? Como curar?

Quando falaram a Jesus que a sogra de Pedro estava de cama, Jesus a tomou pela mão e, levantando-a, afastou dela a febre. Que vem a ser esta febre que a afligia?

O que é a febre de alma?

Muito mais que uma reação natural do corpo humano, uma autodefesa do organismo ou qualquer outra coisa, esta febre representa tudo aquilo que nos impede de servir a Deus. Sim, pois está escrito por São Marcos que quando a febre a deixou, ela se pôs a servi-los.

Ora, o que é que pode impedir o homem de servir a Deus? Bem podemos dizer que é a febre de alma, doença esta que é muitíssimo mais comum do que se imagina. Serão, para alguns, certos apegos às coisas deste mundo; bens terrenos; más amizades; sensualidade; para outros, será o desinteresse pela religião, pela vida espiritual, pela educação dos filhos, ou serão, enfim, as coisas que tornam distantes, longínquas as relações do homem com Deus, isto é: o pecado.

Leia também: Duas exigências fundamentais para quem quer servir a Deus

Preocupado com o coronavírus? Não se esqueça de cuidar de sua alma, incentiva sacerdote

Sete pecados que “saíram de moda” e podem te levar para o inferno

Como a fé pode nos ajudar a enfrentar qualquer doença

A mais temida das doenças

Viver na presença de Deus

Com o pecado, o homem torna-se incapaz de servir a Deus. Mas para o pecado não existe solução? Sim, haverá para aqueles que, tendo arrependimento verdadeiro, confessarem suas misérias, suas febres. A estes Jesus toma pela mão, os levanta e os cura. Para quê? Para que o sirvam! E isso basta? Não…

A prova disso encontramos no próprio Evangelho. Muitas pessoas, ao saber que Jesus estava em casa da sogra de Pedro, vieram trazer-lhe doentes e possessos. Diz o Evangelista que a cidade inteira se ajuntou à porta da casa. Entretanto, a continuação do texto aponta uma peculiaridade: “Ele curou muitos que sofriam de diversas enfermidades” (1, 34). Muitos não são todos. Por quê? Por acaso havia algum doente que Jesus não fosse capaz de curar? Lamentavelmente, sim… E hoje ainda há! São aqueles que não querem abandonar sua própria doença, sua febre, sua miséria, seu pecado. Os que não querem, portanto, ser tomados pela mão de Deus; os que não querem ser levantados (quiçá por julgarem-se de pé…); os que não querem ser curados – talvez – por não querer servir a Deus, mas a si mesmos.

Como curá-la?

Com confiança e certeza na misericórdia de Nossa Senhora e um firme propósito de emenda, qualquer doença pode ser tirada. Se ali, em casa da sogra de Pedro, estivesse Maria, a Mãe de Jesus, e os enfermos tivessem direcionado a Ela apenas um olhar, pedindo socorro, no momento em que Ela intercedesse junto a seu Filho, tudo estaria resolvido. Não seriam muitos os curados; mas, quiçá, todos.

Depois de curados, entretanto, Ela quer ver a cada um de nós servindo a Deus com alegria e generosidade de coração.

Afonso Costa

Fonte: https://gaudiumpress.org/content/o-que-e-a-febre-de-alma-como-curar/

Be Sociable, Share!

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.