O “milagre do sol” da Virgem de Fátima se repetiu?

Segundo o ACI (18/10/2017), em 13 de outubro, a Igreja recordou os cem anos do “milagre do sol”, esse prodígio que aconteceu diante da multidão reunida em Fátima (Portugal), onde o astro rei “tremeu” em uma espécie de “dança” depois da última aparição da Virgem e que, segundo os bispos da Nigéria, teria se repetido na última sexta-feira, na cidade africana de Benin.

Posted by Catholic Bishops Conference of Nigeria, Cbcn on Saturday, October 14, 2017

“A história se repetiu na cidade de Benim, na Nigéria, durante o Congresso Nacional Mariano. Como aconteceu há 100 anos em Fátima, Portugal, ocorreu novamente em 13 de outubro de 2017. Que grande milagre da nossa Mãe Maria, Nossa Senhora de Fátima!”, afirmou a Conferência dos Bispos Católicos da Nigéria na sua página do Facebook.

Posted by Catholic Bishops Conference of Nigeria, Cbcn on Saturday, October 14, 2017

As palavras dos Bispos foram publicadas com quatro fotos. Em uma delas, apareceu o sol um grande brilho e, nas outras, os fiéis estão olhando para o céu, a maioria deles com braços erguidos.

Do mesmo modo, várias pessoas compartilharam vídeos no YouTube mostrando o que poderia ter sido uma repetição do “milagre do sol”.

Fonte: http://www.acidigital.com/noticias/fotos-e-video-o-milagre-do-sol-da-virgem-de-fatima-se-repetiu-47848/

Be Sociable, Share!

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.