O Espírito Santo é a memória de Deus em nós, diz Papa na Audiência Geral

Muitas vezes não rezamos, não temos vontade de rezar: este é momento de dizer ao Espírito Santo: “Vem, vem Espírito Santo, aquece o meu coração”.

Segundo o site Gaudium Press (17/03/2021), ao concluir a série de catequeses sobre o tema “A oração e a Trindade”, o Papa Francisco disse, na Audiência Geral desta quarta-feira (17/03):

“O primeiro dom de cada existência cristã é o Espírito Santo. Não é um dos muitos dons, mas o Dom fundamental. O Espírito é o dom que Jesus prometeu nos enviar. Sem o Espírito, não há relação com Cristo e com o Pai, porque o Espírito abre o nosso coração à presença de Deus e atrai-o para aquele “vórtice” de amor que é o coração do próprio Deus.”

Invocar sempre o Espírito Santo para vida à oração, n’Ele tudo é vivificado

Depois de afirmar que “Não somos apenas hóspedes e peregrinos no caminho sobre esta terra, somos também hóspedes e peregrinos no mistério da Trindade”, Francisco afirmou que “Cristo é mais do que um “personagem histórico” e convidou os católicos a invocar o Espírito Santo para dar vida à sua oração:

“No Espírito, tudo é vivificado: a possibilidade de encontrar Cristo está aberta aos cristãos de todos os tempos e lugares. Está aberta a possibilidade de encontrar Cristo, não apenas de recordá-lo como um personagem histórico”, declarou.

Na Audiência Geral, ainda transmitida desde a biblioteca do Palácio Apostólico, o Pontífice sublinhou que “Se Cristo estivesse apenas distante no tempo, estaríamos sozinhos e desorientados no mundo”.

O Espírito Santo não está distante, está conosco: ele ainda educa seus discípulos transformando os seus corações

Na última das suas reflexões sobre a oração como “relação com a Santíssima Trindade”, o Papa tratou, mais particularmente, do Espírito Santo e destacou:
“Ele não está distante, está conosco: ele ainda educa os seus discípulos transformando os seus corações, como fez com Pedro, com Paulo, com Maria Madalena, com todos os apóstolos”.

O Papa apresentou o Espírito como “dom fundamental” da existência de um cristão e explicou que “Sem o Espírito, não há relação com Cristo e com o Pai, porque o Espírito abre o nosso coração à presença de Deus e atrai-o para aquele ‘turbilhão’ de amor que é o coração do próprio Deus”.

A experiência dos que o Espírito Santo formou segundo a medida de Cristo, na misericórdia, no serviço, na oração

E Francisco recordou a experiência de tantos homens e mulheres que “o Espírito Santo formou segundo a medida de Cristo, na misericórdia, no serviço, na oração”.

“É uma graça poder encontrar pessoas assim: percebe-se que nelas pulsa uma vida diferente, o seu olhar vê além. Não pensemos apenas em monges e eremitas; também os encontramos entre pessoas comuns, pessoas que teceram uma longa história de diálogo com Deus, por vezes de luta interior, que purifica a fé”, disse o Papa Francisco, caminhando para o encerramento da Audiência de hoje. (JSG)

(Da Redação Gaudium Press, com informações Vatican News)

Fonte: https://gaudiumpress.org/content/o-espirito-santo-e-a-memoria-de-deus-em-nos-diz-papa-na-audiencia-geral/

Be Sociable, Share!

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.