O amor de Cristo não é “seletivo”, afirma Papa Francisco após o Regina Coeli

Segundo o ACI (25/04/2021), neste quarto domingo de Páscoa, Domingo do Bom Pastor, o Papa Francisco animou a Igreja a imitar Jesus «verdadeiro pastor, que defende, conhece e ama as suas ovelhas» e recordou que Jesus ama a todos por igual, seu amor “não é seletivo”.

Na reflexão anterior à oração do Regina Coeli de 25 de abril, o Santo Padre comentou a passagem do Evangelho de São João em que Jesus é apresentado “como o verdadeiro pastor, que defende, conhece e ama as suas ovelhas”. E o fez, novamente, da janela do palácio apostólico, diante de numerosos fiéis reunidos na Praça de São Pedro.

O Papa advertiu que o Bom Pastor é diferente do “assalariado, que não se importa com as ovelhas, porque não são suas. Ele faz esse trabalho apenas pelo pagamento, e não se preocupa em defendê-los: quando o lobo chega, ele foge e os abandona” e acrescentou que “Jesus, porém, verdadeiro pastor, nos defende e nos salva em muitas situações difíceis e perigosas, pela luz da sua palavra e pela força da sua presença, que experimentamos sobretudo nos sacramentos”.

Por isso, o Santo Padre sublinhou que “a Igreja é chamada a cumprir esta missão universal de Cristo” e descreveu que “além daqueles que frequentam as nossas comunidades, há muitas pessoas que o fazem apenas em casos particulares ou nunca. Mas não é por isso que deixam de ser filhos de Deus, que o Pai confia em Cristo Bom Pastor. Por todos e cada um, Jesus deu sua vida. E a cada um de nós, cristãos, devemos dar testemunho do seu amor, com atitude humilde e fraterna”.

“Como é lindo e reconfortante saber que Jesus conhece cada um de nós, que não somos anônimos para ele, que nosso nome é conhecido por ele! Para Ele não somos ‘massa’, ‘multidão’, não. Somos um povo único, cada um com a sua história, cada um com o seu valor, tanto como criatura como redimida por Cristo. Cada um de nós pode dizer: Jesus me conhece! É verdade, é assim: Ele nos conhece como ninguém”, frisou o Papa.

Nesse sentido, o Santo Padre destacou que “só Ele sabe o que está em nossos corações, as intenções, os sentimentos mais ocultos. Jesus conhece as nossas forças e as nossas fraquezas e está sempre pronto a cuidar de nós, a curar as feridas dos nossos erros com a abundância da sua graça”.

Assim, o Papa Francisco destacou que “Jesus, o Bom Pastor, defende, conhece e acima de tudo ama as suas ovelhas” e acrescentou que “o amor de Cristo não é seletivo, abraça a todos” e Jesus “quer que todos possam receber o amor do Pai e tenham vida”.

“Irmãos e irmãs, Jesus defende, conhece e ama cada uma de suas ovelhas. Que Maria Santíssima nos ajude a acolher e seguir o Bom Pastor e a cooperar com alegria na sua missão”, rezou o Papa.

Fonte: https://www.acidigital.com/noticias/o-amor-de-cristo-nao-e-seletivo-afirma-papa-francisco-apos-o-regina-coeli-78830

Be Sociable, Share!

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.