Maranhão ganha sua primeira basílica menor

Segundo o ACI (23/06/2021), o papa Francisco concedeu o título de basílica menor à igreja de São Sebastião, na cidade de Carutapera. É a primeira basílica menor do estado do Maranhão. A concessão do título, segundo decreto da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos, intensifica “o vínculo particular com a Igreja de Roma e com o Santo Padre” e “é um incentivo a promover a sua exemplaridade como verdadeiro centro de ação litúrgica e pastoral na Diocese”.

O anúncio da elevação da igreja de São Sebastião à basílica menor foi feito na terça-feira, 22 de junho, pelo bispo da diocese de Zé Doca (MA), dom João Kot. Em seu comunicado, o bispo afirmou que a concessão deste título “coroa os 60 anos da consagração da Igreja Matriz de São Sebastião”, data que foi comemorada em dezembro de 2020.

“Ao povo de Deus da nossa Igreja particular de Zé Doca peço que continuem a rezar para que esta Basílica Menor em Carutapera seja acolhida como sinal da Providência Divina e desejo que cada um que visitar este lugar encontre todos os incentivos de fé para levar uma vida cristã digna e colaborar com a salvação de todos”, disse.

Segundo a diocese de Zé Doca, a igreja de São Sebastião recebeu o título de basílica menor “em reconhecimento à sua singular arquitetura, além de sua importância histórica e missionária para a Igreja no estado do Maranhão”.

A construção do templo é da década de 1940 e foi marcada pelo envolvimento da população e pelo empenho do seu primeiro pároco, padre Augusto Mozzet. Para erguer a igreja foram superados sérios obstáculos de logística, pois naquela época a região era uma vila de pescadores e agricultores, sem comunicação rodoviária com o restante do país. Todo o material foi transportado por via marítima, em embarcações artesanais, em viagens que duravam dias.

A concessão do título, diz a diocese, se deu após as revitalizações pelas quais a igreja passou nos últimos anos, como reforma do piso, pintura, troca do mobiliário, altar e mesa da palavra. Agora, como basílica menor, ganhará simbologias, insígnias e brasões, além de novos deveres.

Entre esses novos deveres estão: que a igreja preze pelas celebrações; que os ofícios litúrgicos sejam bem preparados, vividos com intenso fervor, com participação dos fiéis; que se promova a formação litúrgica por meio de cursos, conferências, explorando os documentos pontifícios e aprofundamento bíblico; que se celebre com solenidade a liturgia das horas, principalmente nos dias mais festivos; e as festas dos papas, como o dia de São Pedro, aniversário de eleição do papa.

Fonte: https://www.acidigital.com/noticias/maranhao-ganha-sua-primeira-basilica-menor-27348

Be Sociable, Share!

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.