Mapa-mundi indica onde ocorreram as principais aparições de Nossa Senhora

Através dessa iniciativa é possível verificar o aumento no número de aparições marianas nos últimos 60 anos, nas quais a Mãe de Deus deixou mensagens proféticas sobre os dias atuais.

Segundo o site Gaudium Press (07/07/2021), ao longo da história da Igreja, Nossa Senhora fez diversas aparições pelo mundo divulgando sua mensagem. Apesar disso, nem todas aparições são reconhecidas pela Igreja Católica, que realiza uma séria investigação sobre cada uma delas para atestar sua veracidade. Algumas são aceitas apenas de forma local, já outras não chegam a ser consideradas dignas de veneração.

Esses métodos mais tradicionais de aprovação das aparições foram estabelecidos somente a partir do século XVI, e aprimorados no século passado, permitindo assim, que a Igreja possa discernir os elementos que conferem ou não credibilidade às respectivas aparições.

Catálogo detalhado de aparições marianas

Essas informações foram reunidas e organizadas pelo escritor e pesquisador católico Michael O’Neill, que compilou esses dados em seu site ‘Miracle Hunter‘. Ali está publicado um catálogo detalhado de aparições marianas e outros eventos milagrosos ao longo da história.

Com base nessas informações, a National Geographic criou um mapa-mundi com todas aparições marianas relatadas nos últimos 500 anos. O trabalho produzido pela National Geographic possui uma legenda na qual são explicadas quais aparições foram aprovadas pelo Vaticano.

Aumento no número de aparições marianas nos últimos 60 anos

Através dessas iniciativas é possível verificar o aumento no número de aparições marianas nos últimos 60 anos, nas quais a Mãe de Deus deixou mensagens proféticas sobre os dias atuais.

Além do aspecto espiritual que trazem ambos trabalhos, destaca-se aqui também a grande utilidade deles para todos os que pretendem se aprofundar um pouco mais sobre as aparições marianas pelo mundo.

Onde Nossa Senhora mais apareceu?

Segundo os dados oferecidos por esses mapas, o continente europeu é um dos favoritos de Nossa Senhora, tendo ela aparecido sobretudo na Itália, França, Alemanha e Bélgica. A Espanha e a Polônia, países de tradicional Fé Católica, têm relativamente menos aparições. A Escandinávia, região na qual a maioria dos países são ateístas, não teve nenhuma aparição mariana registrada.

Logo atrás da Europa, os Estados Unidos lideram em número de aparições da Mãe de Deus, apesar de que a maioria ainda não foi reconhecida pela Igreja Católica. O Brasil também registrou inúmeras aparições, entretanto, somente duas são reconhecidas e aprovadas. A África também possui duas aparições reconhecidas pela Santa Sé e o México possui uma. (EPC)

Legenda do Mapa-mundi:

– Cruzes mostram onde Nossa Senhora apareceu para um futuro Santo;
– Pontos amarelos denotam aparições relacionadas à tradição católica, mas ainda não reconhecidas pelo Vaticano;
– Pontos azuis denotam aparições mais recentes, mas ainda não confirmadas;
– Pontos verdes denotam aparições aprovadas como “dignas de fé”, mas não sobrenaturais;
– Pontos vermelhos denotam que um bispo local “aprovou” a aparição como genuína;
– Pontos vermelhos maiores (para aparições famosas) marcam aquelas que também foram reconhecidas pelo Vaticano.

Fonte: https://gaudiumpress.org/content/mapa-mundi-indica-onde-ocorreram-as-principais-aparicoes-de-nossa-senhora/

Be Sociable, Share!

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.