Mãe de Charlie Gard agradece intervenção do Papa Francisco para salvar seu bebê

O site ACI(10/07/17) informou que Connie Yates, mãe do bebê Charlie Gard, agradeceu pela intervenção do Papa Francisco, assim como do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para salvar a vida de seu filho.

Nesta segunda-feira, 10 de julho, durante um programa de rádio na BBC Radio 4, Yates disse que a atenção midiática após os comentários do Bispo de Roma e do presidente dos Estados Unidos converteu a luta pela sobrevivência de seu filho Charlie Gard em uma “questão internacional”.

Em seguida, ao ser perguntada se essas intervenções haviam “feito toda a diferença”, Yates respondeu que tinham “salvado sua vida até agora”.

Charlie, atualmente com 10 meses, foi diagnosticado com a síndrome do esgotamento mitocondrial, uma doença rara genética que afeta muito poucas crianças no mundo.

O mal causa debilidade muscular progressiva e pode causar a morte no primeiro ano de vida.

Em 30 de junho, o dia em deveriam desligar os equipamentos que ajudam o bebê a viver, o Papa também utilizou sua conta no Twitter para enviar uma clara mensagem a favor da vida, especialmente “quando está ferida pela doença”, pois “é um dever de amor que Deus confia a todos”.

Além disso, segundo uma declaração de 2 de julho do porta-voz do Vaticano, Greg Burke, “o Santo Padre acompanha com afeto e emoção o caso do pequeno Charlie Gard e manifesta a sua proximidade aos seus pais”.

“Ele reza por eles, fazendo votos de que não seja negligenciado o seu desejo de acompanhar e cuidar do próprio filho até o fim”, acrescentou.

Um dia depois, 3 de julho, o hospital pediátrico Bambino Gesú de Roma, conhecido como o “Hospital do Papa”, ofereceu acolher o pequeno Charlie em suas instalações. Mas, o britânico Great Ormond Hospital, onde o bebê se encontra, disse que tinha se negado a realizar esta transferência por razões legais.

Nesse mesmo dia, Donald Trump escreveu no Twitter que, “se pudermos ajudar o pequeno Charlie Gard, como pedem nossos amigos do Reino Unido e o Papa, ficaremos felizes de fazer isso”.

Dias depois, o hospital britânico Great Ormond Street solicitou uma nova audiência ao Tribunal Superior da Inglaterra, depois que sete especialistas internacionais assinalaram que um tratamento experimental poderia beneficiar o bebê.

Neste dia 10 de julho, diante da possibilidade de que o Tribunal Superior da Inglaterra ratifique ou mude de opinião sobre o caso Charlie Gard, seus pais entregaram ao hospital mais de 380 mil assinaturas que a plataforma internacional CitizenGo recolheu em todo o mundo para pedir que os aparelhos que mantêm o menino vivo não sejam desligados.

Diante da polêmica do caso, o Instituto de Bioética da Pontifícia Universidade Católica da Argentina (UCA) destacou que, “além do que aconteça, o pequeno Charlie, que merece ter respeitada a sua dignidade até o último segundo de vida, está mostrando ao mundo uma quantidade de interrogações que nem a medicina, como prática científica, nem a justiça foram capazes de resolver”.

Nesse sentido, assinalou que “nem tudo pode ser resolvido pela ciência e pelas leis civis: estas descrevem ou, em maior ou menor medida, intervêm sobre a realidade, mas não chegam a institui-la”.

O Instituto de Bioética da UCA sublinhou que o “direito dos pais de decidir sobre seus filhos, a aplicação do melhor interesse da criança, a eficácia dos tratamentos desconhecidos, a arrogância de se considerar intérpretes do sofrimento alheio, a prevenção incompassível do dano e muitas outras questões ficarão circulando em nossas consciências até mesmo depois que Charlie deixe de estar entre nós”.

Fonte:http://www.acidigital.com/noticias/mae-de-charlie-gard-agradece-intervencao-do-papa-francisco-para-salvar-seu-bebe-62593/

Be Sociable, Share!

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.