Inglaterra: aumenta o número de abortos e diminuiu o de casamentos

Novas estatísticas do governo mostram números alarmantes.

Segundo o site Gaudium Press (12/08/2021), infelizmente, nesses tempos em que vivemos, não existem mais os valores morais. A família está a ponto de desaparecer como mostram as pesquisas realizadas na Inglaterra e no País de Gales.

Em 2019, um quarto das gestações (25%) entre mulheres de todas as faixas etárias termina em aborto. Este é o maior porcentual desde o início dos registros.

Segundo a porta-voz do Direito à Vida do Reino Unido, Catherine Robinson, isso “é uma tragédia, e cada aborto representa uma falha de nossa sociedade em proteger a vida dos bebês e oferecer total apoio às mulheres grávidas. Essa estatística será ainda maior em 2020 devido ao regime de aborto domiciliar DIY (faça você mesmo) que facilitou uma série de abortos ilegais, colocando muitas mulheres em risco”. E ela fez um apelo ao governo: “Ponham um fim a esse esquema de aborto em casa imediatamente”.

Decresce o número de casamentos

O número de casais que se casam na Inglaterra e no País de Gales e que optam por uma cerimônia religiosa foram os mais baixos registrados: apenas um quinto (cerca de 21,1%).

De acordo com as estatísticas do Office for National Statistics (ONS), em 1900, as cerimônias religiosas representavam 84,7% de todos os casamentos; em 1980, caiu para 50,4%. Desde 1992, os casamentos civis têm cada vez mais superado os casamentos religiosos”.

Comentando esses números, Harry Benson, da Fundação do Casamento, disse que o declínio foi “desolador” e que o governo “deveria ter vergonha deste escândalo nacional e fazer da inversão dessa tendência uma prioridade nacional”.

Com informações christiantoday.com

Fonte: https://gaudiumpress.org/content/inglaterra-aumenta-o-numero-de-abortos-e-diminuiu-o-de-casamentos/

Be Sociable, Share!

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.