“Espanha cobriu-se de luto e pranto”, diz Cardeal de Valência após aprovação da eutanásia

A Espanha esteve coberta de luto e lágrimas com a aprovação da lei da eutanásia. É preciso reagir afirmando a vida e a família, como São José, que está onde está a esperança.

Segundo o Gaudium Press (19/03/2021), durante uma homilia realizada no dia 19 de março, Festa de São José, na catedral de Valência, na Espanha, o Cardeal Dom Antônio Cañizares Llovera, arcebispo valenciano, diante da imagem peregrina da Virgem dos Abandonados teceu algumas considerações que aqui destacamos.

São José: “suas atitudes em defesa da vida e da família, o tornam uma luz de esperança para todos nós hoje”

Ele frisou inicialmente que o exemplo de São José pela sua “fidelidade à prova, pela sua firmeza inquebrantável a Deus, homem de discrição, sem gestos populistas ou espalhafato, bem como pelos seus princípios firmes e válidos. “Em defesa da vida e da família, que o tornam uma luz de esperança para todos nós hoje ”.

São José, patrono da boa morte, abre-nos à esperança, apesar de ontem ter sido dia de luto pela aprovação da lei da eutanásia

Durante a celebração eucarística o Cardeal fez referência à aprovação da Lei da Eutanásia na Espanha e destacou que “São José é o patrono da boa morte, abre-nos à esperança, apesar de ontem ter sido dia de luto pela aprovação no Congresso de deputados da lei da eutanásia.

Uma lei indigna contra a vida, contra a liberdade, lei do medo que semeia desânimo e desespero, que decepção ver deputados batendo palmas em pé, uma derrota para o homem.

A Espanha esteve ontem coberta de luto e lágrimas, os políticos devem estar ao serviço do bem comum e não das ideologias. Lamento muito dizer isso.

É preciso reagir positivamente, afirmando a vida e a família, como São José, que está onde está a esperança ”.

São José é hoje uma luz de esperança para todos nós porque soube cumprir sua importante missão sem hesitação nem medo

Falando mais especificamente sobre São José, Arcebispo de Valência afirmou que “o padroado de São José é necessário para a Igreja como compromisso de renovação e de caminhada por caminhos de justiça e honestidade, de ré evangelização de países como o nosso, nos quais a religião e a vida cristã estavam florescendo e agora são submetidos a severas provas ”.

Dentre estas provas das quais destacamos as feitas nestes dias:
“São José é hoje uma luz de esperança para todos nós porque soube cumprir a sua importante missão sem hesitação nem medo”.

Celebramos a festa de São José, não com a solenidade de outros anos devido à pandemia, porém celebramos com intensidade religiosa

O Arcebispo de Valência, Cardeal Cañizares, referiu-se à suspensão das procissões devido à pandemia, e especialmente à oferta solene de flores ao padroeiro, “um ato inteiramente religioso, que está no centro da festa de São José.

Celebramos a festa de São José, não com a solenidade de outros anos devido à pandemia que nos acompanha e nos faz sofrer, porém a celebramos com intensidade religiosa, possivelmente mais profunda e fecunda, pois este ano a celebramos com especial alegria pelo Ano Jubilar dedicado a São José, convocado pelo Papa Francisco por ocasião do 150º aniversário da declaração como Padroeiro da Igreja universal ”.

“Apesar da pandemia, o desejo do povo pela Virgem não tem faltado”

Apesar da pandemia, afirmou, “não faltou o clamor ou a saudade de Valência pela sua Mãe e é por isso que este ano“ a diocese previu que nas paróquias se fizessem oferendas de flores, às quais se dirigiram milhares e milhares de pessoas compareceram, como uma devota homenagem dos filhos à Mãe ”.

Do mesmo modo “nestes últimos três dias devido à visita da “Mãe de Deus”, Valência foi envolvida por uma alegria e um júbilo muito especiais”, “ao clamor dos valencianos que ansiavam pela visita da Virgem, especialmente os doentes e pobres, os esquecidos”.

Após a homilia, a celebração continuou com a entrega de flores das “falleras” e suas cortes de honra diante da imagem da Virgem. (JSG)

(Com informações “Religião Digital”- Foto Arquidiocese Valência)

Fonte: https://gaudiumpress.org/content/espanha-cobriu-se-de-luto-e-pranto-diz-cardeal-de-valencia-apos-aprovacao-da-eutanasia/

Be Sociable, Share!

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.