Encontram lugar onde São João Batista teria iniciado sua missão de anunciar Cristo

Segundo o ACI (14/10/2017), um grupo de arqueólogos descobriu recentemente na Terra Santa um mosteiro sobre o lugar onde São João Batista provavelmente começou a sua missão de anunciar Cristo.

O Christian Media Center (CMC) informou que as escavações começaram há aproximadamente 70 anos no complexo chamado “Ain el-Ma’moudiyeh” ou “Fonte Batismal”. O lugar está na cidade de Hebron, na Cisjordânia.

Supostamente São João Batista nasceu em Hebron e viveu com seus pais, Zacarias e Isabel. Além disso, a Virgem Maria se dirigiu a esse lugar para visitar Isabel quando soube que estava grávida apesar da sua idade avançada.

Bertrand Riba, o arqueólogo responsável pelas escavações, indicou ao CMC que os especialistas encontraram um batistério, o qual classificaram como “o mais profundo da Palestina”, e “outro monumento vinculado a este. Trata-se de uma igreja, de uma construção monástica. É um complexo inteiro que ainda deve ser descoberto”.

Afirmou que o lugar talvez “tenha sido construído em um local onde já existia uma tradição” sobre o início da missão de São João Batista ou “talvez o mosteiro tenha dado à luz essa tradição a fim de aumentar o seu prestígio e atrair os peregrinos”.

Nesse sentido, Pe. Eugenio Alliata, arqueólogo do Studium Biblicum Franciscanum, assinalou que essas ruínas “remontam a um período anterior no qual os peregrinos começaram a recordar a presença de São João Batista neste lugar deserto”.

“É possível que essa memória tenha começado na antiguidade e que logo depois tenha encontrado expressão nos viajantes, inclusive nos franciscanos, dos séculos XIV e XV”, indicou Pe. Allita.

Por sua parte, Jerôme Haquet, outro arqueólogo que trabalha no local, indicou que no mosteiro podem ser apreciados muros do século XII. Entretanto, um século depois, Hebron foi destruída pelos combates nas cruzadas e, em seguida, ficou sob o domínio dos muçulmanos.

Haquet explicou que “as escavações revelam que no lugar também houve um período de ocupação bizantina (período prévio às cruzadas), como podemos ver no chão do mosaico no exterior e dentro do edifício”.

Do mesmo modo, Pe. Alliata indicou que “as ruínas arqueológicas que foram encontradas na área circundante correspondem a diferentes períodos históricos”.

Ain el-Ma’moudiyeh não é o único lugar na Terra Santa que está relacionado a São João Batista. Na Jordânia, conserva-se o lugar no Rio Jordão onde, de acordo com a tradição, Jesus foi batizado pelo santo.

Fonte: http://www.acidigital.com/noticias/encontram-lugar-onde-sao-joao-batista-teria-iniciado-sua-missao-de-anunciar-cristo-51593/

Be Sociable, Share!

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.