Dez dados que todo católico deveria saber sobre a Bíblia

Para celebrar o mês da Bíblia, o portal católico de recursos apostólicos Catholic Link compartilhou dez informações sobre as Sagradas Escrituras que podem ajudar no apostolado.

A Bíblia é um texto cheio de “histórias fascinantes” escrito por pessoas comuns, que se entregaram à “vontade de Deus”, diz Catholic Link. Eles, sob a inspiração do Espírito Santo, transmitiram um dos “tesouros espirituais mais importantes da nossa fé” e o “fundamento cultural do ocidente”.

Mais do que um “compilado de regras e uma moral espiritual particular”, diz Catholic Link, a Bíblia nos mostra “o próprio Deus comunicando-se com seus filhos, é uma carta de amor, uma rota de navegação, um livro de perguntas e respostas, um manual de instruções do fabricante, um compêndio de testemunhos de homens frágeis sustentados por Deus em momentos difíceis”.

Assim, todo aquele que lê as Sagradas Escrituras pode conhecer a vontade de Deus, aprender a relacionar-se com os outros e viver a “vida em plenitude”. A Bíblia é alimento espiritual para os católicos, pois, como disse o papa Francisco, ali encontramos “a força da nossa vida”.

O portal afirmou que não basta ler a Bíblia “como se fosse um livro qualquer”, pois “não é mera literatura”. Para ler a Bíblia, é “necessário mergulhar nas profundezas de seus versículos, mas também de seu contexto, de sua história, de sua origem”. O papa encorajou os católicos a se aprofundar no seu conteúdo através da Lectio Divina.

Leia também: A Sagrada Escritura

Sete chaves para ler e conhecer a Bíblia

Perguntas e Respostas sobre a Bíblia

Interpretar a Bíblia ao pé da letra?

Como ler e entender a Bíblia?

Abaixo, uma lista de dez aspectos da Sagrada Bíblia. Mais do que para satisfazer uma curiosidade, essa informação pode ajudar no apostolado:

1. A Bíblia vem do latim “bíblia”, termo que vem do grego βιβλία (biblía), que significa “livros”.

2. A Bíblia católica é composta por 73 livros. No Antigo Testamento são 46 livros; no Novo Testamento, 27.

3. A Bíblia foi escrita em três línguas. O Antigo Testamento foi escrito em hebraico e algumas pequenas partes em aramaico. Há livros do Antigo Testamento que só chegaram a nós em grego, mas podem ter sido traduzidos de originais hebraicos, como o Eclesiástico. O Novo Testamento foi escrito em grego, a língua internacional da região em volta do Mediterrâneo na época.

4. Na Bíblia, há pelo menos 185 canções. Pelo menos 150 canções estão contidas no livro dos Salmos e nos Testamentos.

5. A Bíblia foi escrita por mais de 40 autores, entre os quais se encontram pessoas de diferente condição e posição, como profetas, reis, evangelistas, apóstolos, etc.

6. O livro mais longo da Bíblia é de Jeremias e o mais curto é a terceira carta de João.

7. A Bíblia foi escrita por pessoas de diferentes ocupações: reis, fazendeiros, pescadores, profetas, um médico, um escriba, entre outros.

8. A Bíblia foi escrita em três continentes. A maior parte dela foi escrita na Ásia, no território que hoje é Israel. Algumas passagens foram escritas na África, no Egito, e várias epístolas do Novo Testamento foram escritas em cidades da Europa.

9. Na Bíblia, há mais de 40 milagres de Jesus, que incluem curas, exorcismos, ressurreição dos mortos e controle sobre a natureza.

10. O livro mais antigo da Bíblia não é Gênesis, como muitos acreditam, mas o livro de Jó, escrito por volta de 1400 a.C.

Fonte: https://www.acidigital.com/noticias/dez-dados-que-todo-catolico-deveria-saber-sobre-a-biblia-96730

Be Sociable, Share!

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.