Coronavírus: Fechamento de templos incentiva meditação sobre o que é a Igreja, diz religiosa

Segundo o site ACI, Irmã Teresa Okure, religiosa e biblista nigeriana, afirmou que o fechamento de igrejas devido ao coronavírus é uma oportunidade para os católicos voltarem às suas raízes e refletirem sobre o que é realmente a Igreja.

“O fechamento das igrejas pode ser a maneira de Deus nos pedir para voltarmos às nossas raízes, às das Escrituras, sobre o que realmente significa ser Igreja. Convida-nos a fazer um esforço de fé para acreditar que vivemos e nos movemos em Deus. Em nossa relação com Ele nenhuma porta pode se fechar”, escreveu a religiosa da Sociedade do Santo Menino Jesus em uma reflexão enviada à ACI África, em 30 de março.

A reflexão, comentou, surgiu depois de ter conversado com algumas pessoas que se sentem “arrasadas” com a ordem de fechar as igrejas para evitar o contágio pelo coronavírus.

A religiosa, que também é professora de Novo Testamento no Instituto Católico da África Ocidental (CIWA), disse que isso certamente “é um desafio particular, especialmente neste tempo de pico para o culto público, falando do ano litúrgico da Igreja”.

Irmã Teresa também comenta que alguns questionam “como a Igreja foge do coronavírus, especialmente neste momento? Significa acaso que não tem fé?”. As perguntas, que considera que são legítimas, podem ser respondidas com outras “de uma perspectiva diferente”.

“Quem é a Igreja? O que é a Igreja? Ir à Missa aos domingos realmente nos torna o corpo de Cristo e a família de Deus?”, pergunta.

Ao recordar, em seguida, a passagem do evangelho de João, na qual Jesus ressuscitado aparece aos discípulos em Jerusalém, a religiosa enfatizou que o Senhor lhes pediu que “esperassem ali até que fossem fortalecidos com o poder do Espírito Santo. Esse Espírito os transformaria em discípulos cheios de fé e depois os lançaria na missão incansável de proclamar o Evangelho”.

A epidemia, continuou, não deveria afastar as pessoas de Deus, mas o contrário. “Vamos nos alegrar de que esta pandemia de COVID-19 tenha nos ajudado a voltar às nossas raízes evangélicas, assim como os israelitas foram ajudados pelos desastres a recordar que eram o povo da aliança de Deus”, explicou.

Além disso, afirmou Irmã Teresa, com a quarentena, “os pais têm mais tempo para os seus filhos e assumem a responsabilidade que Deus lhes dá de acompanhá-los no culto e explicar, por exemplo, as diferentes partes da Missa”.

Atualmente, ressaltou a religiosa, o mundo precisa de cristãos, espera que lembremos que “somos a Igreja e nenhum ser humano pode fechar ou parar esta Igreja, exceto nós mesmos”.

Publicado originalmente em ACI África. Traduzido e adaptado por Nathália Queiroz.

Fonte: https://www.acidigital.com/noticias/coronavirus-fechamento-de-templos-incentiva-meditacao-sobre-o-que-e-a-igreja-diz-religiosa-81827

Be Sociable, Share!

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.