Conheça a antiga receita de pão de Natal de um mosteiro alemão

Segundo o ACI Digital (21/12/2021), os trabalhos de pesquisa em mais de mil livros de uma antiga abadia na Alemanha permitiram descobrir como as religiosas preparavam pães de gengibre para celebrar o Natal.

Trata-se da biblioteca da abadia de Altomuenster, Alemanha, que foi fechada pela Santa Sé no início de 2017 porque só havia duas monjas. O mosteiro pertencia à Ordem do Santíssimo Salvador de Santa Brígida.

Esta ordem foi fundada por santa Brígida da Suécia e aprovada por Urbano V em 1370. Inicialmente tinha mosteiros mistos, mas hoje a grande maioria das comunidades é constituída apenas por religiosas. Só há um mosteiro de monges.

Após o fechamento da abadia de Altomünster, os estudiosos temiam que a biblioteca fosse abandonada ou possivelmente vendida. No entanto, ela foi conservada no arquivo diocesano de Munique.

Entre os manuscritos medievais, os pesquisadores encontraram a receita para fazer Lebkuchen, pão de gengibre de Natal típico da Alemanha, em quantidade suficiente para todo o mosteiro.

Consiste em “ferver 20 litros de mel junto com 2 litros de água. Adicionar a canela e a noz-moscada, uma boa quantidade de gengibre e pimenta, além de erva-doce e coentro. Misturar tudo com farinha de centeio e água”.

Os especialistas dizem que os livros de receitas também são inestimáveis ​​para o estudo das religiosas e monges de santa Brígida. Além disso, junto com os manuscritos ilustrados dos séculos XV e XVI, é possível compreender como era a vida cotidiana por trás das portas fechadas do mosteiro há centenas de anos.

“É uma grande vitória para os estudiosos”, declarou Volker Schier, pesquisador e acadêmico da Universidade Católica de Leuven, Bélgica, que foi um dos promotores de um abaixo-assinado com cerca de duas mil assinaturas pedindo a preservação dos livros da Ordem Brigidina.

“Ninguém de fora sabia o que acontecia por trás dos muros do mosteiro: como era a sua vida cotidiana, o que comiam, quais eram as suas orações, sua rotina diária, mas tudo isso está descrito nos livros”, acrescentou.

Desde 1496, a antiga Abadia Beneditina de Altomuenster, uma cidade no final da linha do metrô de Munique, abrigou a ordem dirigida por religiosas.

Foi um dos três mosteiros do ramo original da ordem erudita e monástica que ainda funcionava quando foi fechado pela Santa Sé em janeiro, depois que o número de monjas caiu abaixo das três necessárias para formar noviças.

Fonte: https://www.acidigital.com/noticias/conheca-a-antiga-receita-de-pao-de-natal-de-um-mosteiro-alemao-75534

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.