Comunidade Jesus Menino faz campanha para melhorar atendimento a seus filhos deficientes

Segundo o ACI Digital (14/03/2018), referência no trabalho em defesa da vida, a Comunidade Católica Jesus Menino vem dando novos passos na adoção e cuidado de crianças deficientes, tendo entre seus filhos uma história que se tornou “um milagre aos nossos olhos e um símbolo pró-vida para o mundo”, como indica o fundador Antônio Carlos Tavares de Mello (conhecido como Tonio).

Ao apresentar a campanha para área de lazer da casa Santa Gianna Beretta Molla, que acolhe crianças deficientes adotadas pela Comunidade, Tonio ressaltou que o trabalho realizado no local pode ser muito bem representado pelo pequeno Jean Caetano, hoje com 6 anos.

“Ele é um bebê anencéfalo, vítima de uma tentativa de aborto. Tem uma água no cérebro e um pedacinho de sangue, o que faz com que ele viva, respire”, afirmou o fundador da Comunidade, explicando que o menino conta atualmente com um home care com enfermeiros, fisioterapeuta e médico, e necessita de um suporte respiratório.

Entretanto, ressaltou, “o Jean vive” e toca o coração dos que convivem ele diariamente, “ao sorrir quando a Eucaristia passa perto dele todas as manhãs”.

“Então, o Jean é um grande caso de que essa casa Gianna Beretta Molla também conseguiu ser um grande sinal para o mundo. O Jean é um sinal para o mundo”, assinalou, pois “quando ele foi entregue à comunidade, a médica que fez o parto dele disse acreditar que ele tivesse no máximo um ou dois meses de vida”.

Hoje, após completar 6 anos em 27 de fevereiro, “os médicos que cuidam dele dizem que ele é um milagre aos nossos olhos”.

“Onde a comunidade anda e diz que temos um bebê que está com 6 anos e não tem cérebro e vive porque é amado, foi acolhido, tem pai e mãe – que somos nós –, a sociedade consegue ver essa realidade de que a vida deve ser protegida desde a concepção até o fim natural”.

E este é o propósito da Comunidade Jesus Menino, que completou 28 anos no último dia 13 de março. Trata-se de uma comunidade católica de vida consagrada que tem como carisma acolher Jesus Menino presente nas pessoas com deficiências, as quais são adotadas pelo fundador, Tonio, e criadas como filhos em família e em comunidade, sejam adultos ou crianças.

Entre as crianças, Tonio recordou ainda casos em que são procurados por gestantes que afirmam não ter condições de cuidar de uma criança com deficiência e as orientam para que não pratiquem o aborto. Além disso, há casos particularmente comoventes, em que mães com doenças terminais pediram para que seus filhos deficientes fossem para a comunidade, como no caso de Lucas, falecido no ano passado.

A mãe dele, Nilda, estava com câncer e ao conhecer o trabalho da Jesus Menino através da televisão, pediu que recebecem o Lucas. “Nós fomos a São Paulo e trouxemos os dois para a comunidade. Cuidamos também da Nilda e ela faleceu aqui conosco e nós a sepultamos, então, também acabou sendo uma filha nossa”, contou.

“A casa tem todo um projeto de salvar não só os bebês, mas também salvar as mães deles, dando essa luz a elas”, acrescentou.

Atualmente, a Comunidade possui sua sede em Petrópolis (RJ), uma casa de missão em Brasília (DF) e também representações na Europa. Todo o trabalho é realizado por consagrados e voluntários e conta com o apoio de doações.

“A Comunidade vive totalmente de doações, são as pessoas mesmo que estão nos ajudando. Todos os projetos da Comunidade são levantados com pequenas doações que se somam e fazem uma grande doação”, sublinhou Tonio.

Entre os projetos mais recentes da Comunidade está a construção da área de lazer da Casa Santa Gianna Beretta Molla. No próximo domingo, o Bispo da Diocese de Petrópolis, Dom Gregório Paixão, irá inaugurar a primeira parte desta obra, na celebração do aniversário da Jesus Menino.

Porém, conforme indicou o fundador, ainda é preciso arrecadar fundos para a segunda parte, que contemplará uma lavanderia e uma cozinha.

“A Casa Santa Gianna Beretta Molla acolhe os filhos menores da Comunidade Jesus Menino, nela moram, Jaqueline, Rita, Jean Carlos, Iago, Cleiton, e Jean Caetano. Com o passar do tempo, sentimos a necessidade de termos um lugar para eles brincarem, buscando sempre dar melhor qualidade de vida para nossos filhos e, confiantes da Providência Divina, iniciamos a construção”, afirma o site da Comunidade.

Para ajudar com esta obra, é possível realizar as doações para a seguinte conta:

Banco do Brasil
Comunidade Jesus Menino “Casa dos Amigos Especiais”
Agência : 0080-9
Conta Corrente : 67283-1
CNPJ.36.052.249/0001-98

Para mais informações não deixe de visitar o site da Comunidade Jesus Menino: https://www.comunidadejesusmenino.org.br/campanha-area-de-lazer-casapequenos

Fonte: http://www.acidigital.com/noticias/comunidade-jesus-menino-faz-campanha-para-melhorar-atendimento-a-seus-filhos-deficientes-93410/

Be Sociable, Share!

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.