Comovente carta de famosa argentina mãe de 8 filhos: Como não apostar pela vida?

Maru Botana, famosa cozinheira e personalidade da televisão argentina, é mãe de oito filhos e se expressou vigorosamente a favor da vida e contra o aborto. Uma publicação ofensiva a motivou a escrever uma comovente carta na qual questiona: “Como não apostar pela vida?”.

“Como não apostar pela vida? A dor da morte e o vazio total são imensos, um precipício. Fico horrorizada só de pensar”, escreveu Maru através da sua conta na rede social Instagram.

Uma publicação da ativista Claudia Acuña, promotora do aborto na Argentina, motivou um grande rechaço nas redes sociais e a carta da Maru Botana.

Acuña, em um tuíte que mais tarde apagou, criticou que Maru Botana se oponha publicamente ao aborto, pois “deixou o seu bebê recém-nascido com a sua mãe em Córdoba e morreu”.

Com esta mensagem, a ativista argentina se referiu à morte do sexto filho de Maru, Facundo, que sofreu uma morte súbita aos seis meses, em 2008.

No Twitter, a mensagem de Acuña desagradou muitos e foi classificada como um “golpe baixo”.

Leia também: Um testemunho de amor à vida

Quando viu o coração do seu filho bater no ventre, desistiu do aborto e agora conta sua história

Por que não se pode justificar o aborto em caso de estupro?

A defesa da vida humana é um dever de cada um

O cientificismo e a promoção do aborto

Nossa primeira vocação: A Vida

Em sua carta, Maru destaca: “É óbvio que esta situação é muito delicada. Mas eu aposto pela vida todos os dias, porque a perda de um filho é uma dor difícil de suportar”.

“Eu quero que respeitemos as ideias de cada pessoa, escutemos e possamos falar sobre este tema. Apostemos mais pela família e trabalhemos pelo cuidado da vida”, incentiva.

Em seguida, Maru, recordou: “Eu passei pela maior dor que uma mãe poderia ter, uma dor que atravessa todo o corpo e deixa a sua marca para a vida toda”.

“Naquele momento eu tinha 6 filhos, meu sonho se tornou realidade. De repente, aconteceu isso com Facu e foi como se tivessem apunhalado o meu coração. Até hoje eu me pergunto por que? Ainda não posso acreditar como consegui continuar, como pude seguir educando todas estas crianças que não entendiam como o seu irmãozinho tinha ido embora e nunca mais ia voltar”.

aborto_nunca“Foi muito difícil”, reconheceu Maru, “mas graças a Deus e ao amor que temos uns pelos outros, nós conseguimos”.

“E novamente apostamos pela vida com muito medo, mas com muito amor. A vida nos presenteou com dois pequenos que novamente nos ensinaram a acreditar”.

Para a famosa cozinheira argentina, “todos nós devemos acreditar novamente em nós, a confiar, respeitar-nos, valorizar-nos, ouvir-nos e fazer uma mudança”.

“Eu não sei se poderei lhes expressar o que sinto, porque na verdade, dores como esta são inimagináveis, mas posso lhes dizer sem dúvidas que eu aposto pela vida, e trabalhei e eduquei os meus filhos para que não tenham medo e cresçam felizes”.

“Eu abraço a vida todos os dias”, concluiu.

Fonte: https://www.acidigital.com/noticias/comovente-carta-de-famosa-argentina-mae-de-8-filhos-como-nao-apostar-pela-vida-74351

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.