Como pode Deus ser infinitamente bom se decide criar pessoas que não se salvariam?

homemsolliberdadeA resposta nos leva a querer perscrutar os desígnios de Deus, que por certo são mais elevados e sábios do que os nossos. Não nos é possível assinalar o porquê de cada acontecimento da história. Como quer que seja, façamos algumas ponderações:

1. Por definição, Deus é o ser perfeitíssimo, que não pode cometer falha alguma; todavia, sendo mais perfeito do que nós, pode ter desígnios cuja sabedoria não entendemos. Pelo fato de que não o entendo, não vou cair no ateísmo, pois é muito pior estar sem Deus do que crer num Deus que necessariamente me ultrapassa em perfeição, um Deus que possa ser criticado não é Deus.

Leia também: O que é o livre arbítrio?

Como pode uma pessoa distinguir se a sua ação é boa ou má?

Por que Deus nos fez livres, mas podendo pecar?

Deus e a liberdade humana

A Voz da Consciência

Pecado e Salvação

A Religião Salva?

o_cristao_diante_da_morte2. Deus quis criar homens livres prometendo a cada qual as graças necessárias para se afastarem do pecado e aderirem ao Bem Infinito. A liberdade humana pode dizer não à proposta de Deus; então o homem condena a si mesmo, apesar da vontade salvífica de Deus em relação a todos os homens. Mesmo condenado, o réprobo dá glória a Deus, pois o sofrimento dele provém justamente do fato de que ele reconhece ser Deus o Sumo Bem, do qual ele se afastou resistindo a todos os apelos da graça divina. O réprobo faz coro com os justos do céu, pois uns e outros proclamam a santidade de Deus, uns com alegria imensa, outros com profunda tristeza.

3. Não julguemos facilmente que muitas pessoas morrem avessas a Deus; até a última hora Deus assiste ao moribundo e, muito obtém da criatura. Esses casos nos surpreenderão, pois veremos o trabalho da graça de Deus. Quem pode dizer quantos se acham no estado do inferno? Raros talvez sejam. Por isto, é mais recomendável não estarmos sondando este aspecto do plano de Deus; é perda de tempo. Esforcemo-nos por cumprir nossos deveres de bons cristãos e ajudemos os outros a cumpri-los devidamente. Estaremos assim, contribuindo para conversão dos pecadores.

D. Estevão Bettencourt, osb
Revista: “PERGUNTE E RESPONDEREMOS”
Nº 554 – Ano 2008

Be Sociable, Share!

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.