Católicos criam na Austrália iniciativa de ajuda em caso de desastres

Segundo o dite ACI, os líderes católicos na Austrália lançaram uma iniciativa para coordenar a resposta aos desastres naturais e cujo objetivo mais próximo é ajudar as pessoas afetadas e as vítimas dos incêndios florestais que devastaram grandes extensões de terra.

“Nossa resposta aos incêndios florestais e à seca que os exacerbou demonstraram mais uma vez o poder coletivo da Igreja Católica de responder aos desastres de todos os tipos”, disse o Arcebispo de Brisbane, Dom Mark Coleridge, presidente da Conferência Episcopal Australiana, em uma declaração emitida em 28 de janeiro.

A Conferência Episcopal e outras organizações católicas, como Catholic Religious Australia, Catholic Social Services Australia e a National Catholic Education Commission, batizaram a nova iniciativa como CERA (Catholic Emergency Relief Australia). Esta coordenará os esforços de ajuda das organizações católicas após um desastre.

A iniciativa deriva de esforços em nível nacional para apoiar as pessoas afetadas pelos mais de 80 incêndios florestais que continuam ocorrendo na Austrália. As ondas de calor e os ventos fortes frustraram os esforços dos bombeiros para extinguir as chamas. Segundo a BBC, mais de 33 pessoas morreram e mais de 9,7 milhões de hectares foram destruídos desde setembro.

Dom Coleridge disse que a ação da Igreja diante dos incêndios levou a um plano para dar uma resposta mais eficiente a futuros desastres naturais.

CERA coordenará os esforços de ajuda e distribuirá subsídios de recuperação baseados nas doações através de um processo supervisionado por Catholic Social Services Australia. A campanha “St. Vincent de Paul Bushfire Appeal” também continuará seus esforços nacionais para conseguir doações.

O site de CERA oferece um portal para a organização de voluntários, que une pessoas que desejam contribuir com tempo, dinheiro ou bens materiais.

“Nossas paróquias, agências e ministérios recebem constantemente solicitações de indivíduos e famílias que precisam de um lugar para ficar, que precisam de roupas ou eletrodomésticos novos, que precisam de um ouvido atento”, disse Dom Coleridge.

Do mesmo modo, afirmou que grande parte do apoio virá do governo, organizações católicas e outras organizações beneficentes, “mas os voluntários podem realizar algumas das tarefas urgentes para ajudar as pessoas em suas vidas diárias”.

O Arcebispo encorajou os católicos a continuarem rezando para que a Austrália possa ter alívio e para que mais pessoas doem o seu tempo e os seus recursos.

“Em suma, trata-se de reagir com mais entusiasmo em uma crise. Esta é a fé na ação e um chamado a seguir a nossa vocação cristã”, disse Ursula Stephens, CEO de Catholic Social Services Australia.

Também explicou que a iniciativa ajudará a coordenar os esforços de organizações que já fazem parte das comunidades locais.

“Um dos principais ensinamentos sociais da Igreja é a ‘subsidiariedade’, que significa que capacitamos as comunidades locais para responder às suas realidades como melhor entenderem”, acrescentou.

Dom Coleridge indicou que isso se soma à “’solidariedade’ que nos obriga a ver as necessidades dos outros e a trabalhar em colaboração para responder a essas necessidades. Essa resposta pode ser mais eficaz quando está coordenada e focada”.

“Estamos estabelecendo as medidas apropriadas de governo, prestação de contas e transparência para garantir que aqueles que veem a Igreja como um agente fundamental para emergências nacionais saibam que o apoio financeiro e prático vai para aqueles que precisam”, acrescentou.

Além de oferecer a assistência necessária às pessoas afetadas pela crise de incêndios florestais no país, CERA será uma via para ajudar com futuros desastres naturais, ressaltou.

Publicado originalmente em ACI Prensa. Traduzido e adaptado por Nathália Zimbrão.

Fonte: https://www.acidigital.com/noticias/catolicos-criam-na-australia-iniciativa-de-ajuda-em-caso-de-desastres-92827

Be Sociable, Share!

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.