História da Igreja: O papado e Luís IV

(1314-47) O capítulo anterior descreveu a transferência do Papado para Avinhão (França em 1309, sob Clemente V. A influência do rei da França tendia a dominar os Papas. Os primeiros decênios do Papado em Avinhão foram marcados por sério conflito com o rei Luís IV da Alemanha.43 João XXII e Luís IV A Clemente … Continue Lendo

Doutrina social cristã – EB (Parte 2)

Como célula da sociedade humana, a família está sob a lei da dispersão. A indissolubilidade atinge o casamento, não, porém, a família. A família moderna urbana costuma espalhar-se após alguns decênios; a parentela vai procurar estudo e trabalho em lugares frequentemente distantes do respectivo berço. Os genitores têm a missão de preparar seus filhos para a … Continue Lendo

História da Igreja: As controvérsias sobre a graça

Como dito, o Ocidente se interessou especialmente por questões teológicas atinentes ao homem e a sua salvação. Continuaremos os estudos do capítulo anterior, abordando neste as controvérsias sobre a graça, que muito mobilizaram o gênio de S. Agostinho (? 430). O Pelagianismo Pelágio nasceu na Bretanha (Inglaterra de hoje) por volta de 354. Fez-se … Continue Lendo

Carta Apostólica Misericordia Dei de João Paulo II

As frases seguintes do texto mostram uma vez mais e de forma muito clara o carácter simbólico da visão: Deus permanece o incomensurável e a luz que está para além de qualquer visão nossa. As pessoas humanas são vistas como que num espelho. Devemos ter continuamente presente esta limitação inerente à visão, cujos … Continue Lendo

Concílio Vaticano I – Parte 1

CONCÍLIO VATICANO I (1869-1870) Sessão III – Constituição Dogmática Sobre a Fé Católica Cap. I – Deus, Criador de todas as coisas Cap. II – A Revelação Cap. III – A fé Cap. IV – A fé e a razão Cânones [sobre a fé católica] Sobre Deus, Criador de todas as coisas Sobre a revelação … Continue Lendo

A eleição do Romano Pontífice

CAPÍTULO I OS ELEITORES DO ROMANO PONTÍFICE 33. O direito de eleger o Romano Pontífice compete unicamente aos Cardeais da Santa Igreja Romana, à excepção daqueles que tiverem completado, antes do dia da morte do Sumo Pontífice ou do dia em que a Sé Apostólica fique vacante, oitenta anos de idade. O número máximo de … Continue Lendo